A crise de “valores” da Odontologia

Há tempos vejo (muitos) colegas reclamando da profissão e usando as redes sociais como muro das lamentações para externar toda sua insatisfação e frustração com a Odontologia.

Uma das pautas mais mencionados são os baixos preços com que se pratica odontologia hoje em dia. Mas analisando algumas das ultimas discussões sobre o tema percebi alguns parâmetros em comum entre os reclamantes.

São na sua maioria colegas que se formam com boas qualidades técnicas porém, desculpem a sinceridade, uma extrema desqualificação humana. São pessoas mal preparadas pra vida. Culpa conjunta da criação familiar e também, porque não, da faculdade.

As faculdade$ despejam no mercado a cada semestre uma horda de jovens mimados, que consideram que o diploma de Odontologia os transformou em “semi-deuses” capazes ter um futuro imune de qualquer perigo.

Mas que futuro ???

Simplesmente não há projeto de carreira para a maioria. O dentista é um dos profissionais mais imediatistas do mercado. Se vende muito fácil. E o pior, muito barato.

Trocam sem pestanejar oportunidades bacanas de emprego, onde se poderia praticar odontologia honesta de qualidade, com materiais de primeira, realizando procedimentos em tempo hábil, por vagas em clínicas populares lotadas de pacientes que compram preço e serão atendidos em 5 minutos, isso, quando possível.

O motivo? Dinheiro fácil. O que importa pra imensa maioria é QUANTO DÁ NO FIM DO MÊS.

E não vou ser aqui hipócrita de falar que $ não é importante, pois é. Ele só não pode ser teu único objetivo. Porque se for, desculpe se estou informando tarde demais, mas tem TROCENTAS profissões extremamente mais baratas e menos arriscadas que a Odontologia que te pagariam melhor.

Portanto o que peço a esses colegas é que parem de reclamar e façam por merecer.

Entendam de uma vez por todas que não existe sucesso sem trabalho, e que colocar a cabeça no travesseiro e dormir tranquilo sabendo que não prejudicou ninguém não tem preço. Se seus pais não te disseram isso, toma aí essa dica pra vida que é de graça.

Agora se alguns quiserem se manifestar bancando a vítima, dizendo que “fazem porque precisam” e que cada um sabe da sua vida, ok !!! Só não venham encher o saco reclamando da profissão.

Afinal de contas, que moral pra reclamar tem alguém que troca sua dignidade por alguns reais a mais no fim do mês? 😉

Compartilhe com os amigos

Comentáros

comentários

Fabrício Mendes
Fabrício Mendes
Fundador do Vida de Dentista

Os comentários estão encerrados.