Cirurgia Ortognática transforma a vida de uma jovem 

Estudante de Terapia Ocupacional do IFRJ, a jovem Isadora Abreu, de 20 anos, não estava feliz com a aparência de seu rosto. A mandíbula muito retraída afetava não somente a sua estética, mas também a sua respiração e mastigação. Por conta da desordem dento-facial, enfrentava problemas de autoestima e por isso viu na cirurgia a chance de mudar o formato do rosto.

Antes/Depois cirurgia ortognática

“Eu praticamente não tinha queixo nenhum, o que não me agradava nem um pouco. Todo dentista que eu ia me falava que era necessário a realização da cirurgia ortognática”,conta ela. Foi assim que Isadora conheceu Bruno Chagas, especialista em cirurgia bucomaxilar, que atuou junto com o próprio dentista que a tratava com aparelho dentário.

“Não se trata de uma cirurgia fácil, mas de um processo delicado e que necessita ser muito bem planejado e realizado. Ali naquela cirurgia existia o sonho dela em se redescobrir, de poder olhar seu reflexo no espelho e se sentir bem consigo mesma, em respirar melhor, mastigar tranquila e naturalmente sem dores ou estalos”, explica o especialista.

Isadora, que a principio só ia fazer a cirurgia ortognática, foi surpreendida quando Bruno Chagas acabou por solucionar o problema que ela possuía no seu desvio de septo, o que atrapalhava muito a sua respiração. Bruno Chagas conta que quando Isadora chegou para ser avaliada pela equipe, a primeira coisa que chamou a atenção foi a determinação dela em querer ser submetida à cirurgia.

“A partir daquele momento, assumimos a missão de restabelecer a função mastigatória, respiratória e a estética, pois tratava-se de uma paciente bastante jovem e com autoestima comprometida, além das queixas funcionais. Fizemos um planejamento através de um programa virtual e a operamos, e tivemos o resultado fantástico e que agradou a todos”, relata o cirurgião. Os benefícios não foram apenas estéticos, mas ela sentiu melhora na respiração, aparência e até conseguiu eliminar o ronco.

A recuperação após a cirurgia foi lenta e Isadora confessa não ter sido nada fácil. “Eu fiquei quase dois meses me alimentando somente de líquidos, perdi uns sete quilos, fiquei com hematomas no rosto, mas deu tudo certo!”. Mesmo com todos os sacrifícios do pós-operatório, ela se diz muito satisfeita e não pensa duas vezes ao responder que faria tudo de novo. “O resultado foi muito mais do que o esperado. Mudei tanto ao ponto de encontrar algum conhecido ou amigo na rua e eles não me reconhecerem.”

Via

Compartilhe com os amigos

Comentáros

comentários

Fabrício Mendes
Fabrício Mendes
Fundador do Vida de Dentista

Os comentários estão encerrados.