Notí­cias Odontologia

Filho de vereador é preso com diploma de Odontologia falsificado 

Filho de vereador do Mato Grosso é preso atendendo ilegalmente com diploma de Odontologia falsificado 

O falso dentista preso em flagrante em Várzea Grande, nesta quinta-feira (10), por exercício ilegal da profissão, falsificação de documento e uso de diploma falso, Joilton da Silva Gusmão, de 24 anos, foi liberado nesta sexta-feira (11). Segundo a delegada Cleibe Aparecida de Paula, da Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Administração PÚblica (Defaz), ele confessou ter comprado o diploma por R$ 3,5 mil.Por ser um crime de menor potencial ofensivo, ele assinou um termo circunstanciado e foi liberado. Ele vai responder por uso de documento falso e falsificação de documento.

Filho do vereador da cidade, Hilton Gusmão (Pros), Joilton havia sido contratado como servidor pela Prefeitura de Várzea Grande e atuava como dentista no Posto de SaÚde Manaíra. Ele foi preso pelos policiais da delegacia após denÚncia feita pelo Conselho Regional de Odontologia de Mato Grosso (CRO-MT) no momento em que atendia um paciente na unidade, localizada no Bairro Boa Esperança.

O jovem também foi flagrado prescrevendo receitas aos pacientes. Como o posto de saÚde ainda está sem os equipamentos cirÚrgicos, a polícia aponta que o falso dentista não teria feito nenhum procedimento deste tipo.

Logo após a prisão do falso dentista, o advogado e irmão de Joilton, Jhonatan Gusmão, informou que o suspeito estudava odontologia em uma universidade da capital, mas não soube informar se ele tinha concluído o curso. Na Defaz, o vereador e pai do acusado disse que não sabia os motivos da prisão.

A delegada Cleibe Aparecida de Paula contou que foram feitas busca e apreensão de documentos na Prefeitura Municipal, no setor de administração, na Secretaria de SaÚde e também na residência do servidor. “Recebemos a informação do Conselho de que os documentos apresentados pelo servidor eram grosseiros e com indícios de irregularidade. Investigamos o caso, fomos com câmera escondida até o local onde ele trabalhava e o jovem sempre se apresentava como dentista. Buscamos pelos documentos dele na administração municipal para averiguar a contratação”, relatou.

***

Vi AQUI

Comentários

comentários

Sobre o autor

Fabricio F. Mendes .'.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.