Canal Aberto #14 – Endodontia em sessão única ou múltipla? Eis a questão!

Quem aí estava com saudades da coluna “canal aberto”? Sumi por alguns longos dias por problemas de ordem pessoal, mas cá estou eu de volta, firme e forte, para falar com vocês mais um pouco sobre essa nossa paixão que é a endodontia! Aplausos!

endo2O tema “Tratamento Endodôntico em Sessão Única” já foi muito mais polêmico, mas ainda é motivo de controvérsia entre alguns autores e será o tema a ser discutido hoje aqui na nossa coluna! Muito se discute sobre qual conduta seria a mais vantajosa: realizar tratamento em única sessão ou em mais de uma.

A maior “justificativa” dos que defendem a endodontia em múltiplas sessões é a questão da desinfecção do sistema de canais. É praticamente um consenso que nos casos em que a polpa está viva, ou seja, isenta de lesões periapicais, o tratamento endodôntico possa ser realizado em sessão única, porém, nos casos onde há infecção, alguns autores acreditam que a desinfecção seria atingida em sessão única, desde que fosse feito um excelente preparo biomecânico e uso das soluções irrigadoras corretamente enquanto que outro grupo de autores defende o uso de medicações intracanais e curativos de demora, para que essa desinfecção possa ser atingida, porém, esse argumento é rebatido pelo primeiro grupo de endodontistas, pela premissa de que o material obturador provisório seria facilmente infiltrado por bactérias que recontaminariam o canal radicular.

Além da desinfecção, outro fator bastante discutido é a questão das nítidas lesões periapicais, sendo objetivos da medicação intracanal, entre outros, o controle da exsudação persistente e a contribuição desta com a reparação da região periapical, havendo necessidade nesses casos, para uma grande parte dos autores, o uso das medicações intracanais para esta finalidade enquanto outros acham que a reparação tecidual seria consequência de uma desinfecção bem feita, utilizando substâncias químicas auxiliares, mesmo que em sessão única.

Independente das questões citadas acima, devemos ter bom senso e avaliar os limites, do profissional e do paciente, a habilidade manual do profissional, tempo de cadeira e conforto do paciente nada fácil ficar horas e horas de boca aberta. Sabemos que o tempo que se leva para instrumentar um incisivo central é inferior ao tempo de instrumentação de um molar atrésico, por exemplo, então, além do domínio da técnica, o uso do bom senso é um fator que deve ser analisado com bastante carinho na decisão de qual técnica empregar.

A minha opinião é de que o tratamento endodôntico pode ser realizado em sessão única, respeitando os limites e cansaço do paciente e profissional, exceto nos casos onde há uma nítida lesão periapical, que necessitará do uso de medicações que irão auxiliar na sua reparação, associada a um preparo biomecânico bem realizado, sendo o principal objetivo do tratamento endodôntico promover a desinfecção e a reparação tecidual, independente da técnica escolhida.

Até a próxima !!! 🙂

Compartilhe com os amigos

Comentáros

comentários

Fabrício Mendes
Fabrício Mendes
Fundador do Vida de Dentista

1 Comentário

  1. Olá Dayse, que bom que voltou. Eu não sou especialista e vou dar aqui meu testemunha baseada na experiência de 25 anos e ainda aprendendo. Não costumo chamar de sessão única e sim única sessão. É apenas nomenclatura, mas sessão única me remete a fazer tudo concentrado no tempo de uma sessão ( no meu caso 1h). Em única sessão deixo claro que é uma sessão mais longa, mais cansativa mas mais produtiva. De algum tempo pra cá tenho quase que feito apenas essa modalidade, e mesmo em casos com lesão, sem exudato, e que a limpeza foi concluída, acredito que vedando a saída do canal vc limita a contaminação ao periápice e favorece a cura da lesão. Mas tbem devo admitir que em alguns casos lanço mão da boa e velha pasta 3 de Guedes. E nem é pela qualidade do material obturador temporário, já que pode-se fazer um vedamento bem bom entre sessões, mas eu acredito que se está tudo ok, preencher o canal com algo que depois terei que remover é apenas mais trabalho. Se dá, fecho na mesma sessão. Sem falar que diminui custos. Mas essa é a MINHA opinião. Bjos e obrigada por partilhar seu conhecimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *