Cirurgia OdontoSecção Últimas

Odontosecção #9 – O paciente com 6 sisos

Escrito por

Na coluna Odontosecção de hoje vamos falar de um paciente com 6 sisos e do planejamento da sua cirurgia.

Saudações a todos leitores do Vida de Dentista, o melhor blog de Odontologia do Brasil, do qual me orgulho em fazer parte como escriva desta humilde coluna.

Recebi no consultório no começo do mês passado um paciente que julgo até hoje o caso o mais difícil que já peguei. Se trata de um paciente do sexo masculino, 40 anos, com apinhamento dental em arcada superior, ausência dos primeiros molares inferiores com distoangulação dos terceiros molares inferiores. No primeiro exame foi essa minha anamnese, com os terceiros molares superiores inclusos pois não apareciam boca.

Solicitei radiografia panorâmica e eis a minha surpresa – o paciente apresenta não apenas os terceiros molares superiores inclusos como também o quarto molar em ambos os lados. Ao todo, 6 sisos.

Conversando um pouco mais com o paciente descobri que o mesmo já passou por outros colegas que se negaram a realizar a cirurgia. Sinceramente acho justa e honesta a conduta desse colega que não operou o paciente se o motivo claro foi de que não se sentia apto ao mesmo – melhor não fazer do que arriscar imperícia.

Fato é que o paciente já chegou a meu consultório com uma expectativa enorme para a resolução do seu problema. Foi recomendado por outro colega (um ortodontista) e relatou já ter visto essa coluna aqui no site.

A responsabilidade é muito grande e não fugirei a ela. Planejei a cirurgia com afinco e precisão. Solicitei tomografia a qual compartilho agora com vocês assim como o meu planejamento:

Para remoção dos terceiros molares inclusos e impactados e dos elementos extra-numerários em ambas as maxilas do paciente será necessário abrir um grande retalho com incisão relaxante bastante alta, chegando a mesial de segundo pré-molar para se obter uma boa visualização do campo.

Osteotomia do osso circulante ao extra numerário e ao terceiro molar seguido de Odontosseccao. Aqui é o momento crítico da cirurgia pois há o risco eminente tanto de comunicação buco-sinusal como o risco desses dentes serem projetados para dentro do seio maxilar.

Ocorrendo a comunicação buco-sinusal a conduta é a obtenção de um retalho mucogengival vindo do palato mole e sutura. Caso o dente venha a cair dentro do seio maxilar será necessário abrir o seio maxilar em posição mais anterior e então remover o dente ou dentes lá de dentro.

Obviamente irei tratar com ATB profilática com Clavulin BD por 15 dias.

O que torna esse caso difícil? A grande probabilidade de ocorrer essas intercorrencias citadas acima, isoladas ou associadas, o que requer bastante destreza e habilidade manual como ética no trato com o paciente e não fugir da responsabilidade em resolver qualquer problema que venha a ocorrer, mas tenho a convicção que nada irá ocorrer e que apenas me precavi para o pior.

Até a próxima. 🙂

Comentários

comentários

Sobre o autor

7 comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.