OS ESPECIALISTAS – O ORTODONTISTA

freio de burroEu nunca quis fazer especialização em ortodontia. Nem lembro o nome do professor de Orto na graduação. Eu me lembro de detestar cefalometria (e não me lembro mais onde é o pogônio), e lembro que toda a ortodontia que a gente fez era Placa de Hawley, Botão de Nance e banda alça. Paguei um amigo pra fazer meu quadrihélice pra prova final e estudei extração seriada. Daí depois de formada e trabalhando, os dentistas pra quem eu presto serviço começaram a me encher por causa do leve (NOT) apinhamento inferior. “Ah, como você vai indicar tratamento ortodôntico pros seus pacientes se os SEUS dentes são tortos?  Ô SACO.
E assim eu, que nunca pensei em fazer orto, virei paciente, e daquelas chatas. Não quis fazer extração de um incisivo, e minha ortodontista (Adriana Martins, te dedico!) fez o tratamento fazendo slice até que os dentes entrassem no arco e depois de muita luta pra girar os caninos eu finalmente tirei o aparelho. E os anjos cantam glória! Escrevo esse texto após 3 dias de remoção do meu aparelho inferior, com uma contenção higiênica destruindo minha língua. Então, ortodontistas, entendam: Não tou amando muito vocês no momento.
Quando o paciente vai montar o aparelho é aquela euforia, né? Liga 15 vezes por semana pro consultório pra saber se a documentação chegou, ela chega e ele fica alucicrazy pra montar o bendito. Daí monta e passa mais 15 dias enchendo o saco pra falar que tá machucando. Come quilos de cera ortodôntica, daí passa a fase de adaptação com os brackets e começa a fase da quebradeira. Ô Dotôr, meus blek quebrou quando eu tava tomando café (ou água, ou {insira aqui a sua desculpa.})É. Leva um tempo até o paciente realmente entender o que dá pra comer ou não. Alguns deles nunca entendem, mas enfim.
Depois do alinhamento começa a fase do questionamento: “Uai, é só trocar borrachinha? Não vai trocar o fio? Não, não tem que trocar o fio TODA VEZ. A ortodontia funciona baseada na força exercida pelo pacote bracket+fio+elástico. O bracket não deforma, o fio só se o dentista deformar ou se o paciente for um ogro, e então o elástico que perde sua força tem que ser trocado, preferencialmente uma vez por mês. Toda essa força e movimentação tem que ser friamente calculada pra não causar reabsorção de dentes, nem perda óssea, nem qualquer outra iatrogenia. Então tenha PACIÊNCIA, querido paciente. Tratamento ortodôntico não é fritar pastel.
Obviamente nem todo paciente é imprudente no tratamento. Tem gente que colabora, mesmo que passe por aparatos meio desconfortáveis, tipo elásticos de classe II ou III, tracionamentos, aparelhos auxiliares tipo Hyrax ou um Bionator da vida. Eu usei levantes nos 2ºs molares durante todo o tratamento, e olha, NÃO É GOSTOSO. Graças a eles eu tive o pior porre da minha vida, mas essa é outra estória. Enfim, ser ortodontista não é fácil mas ser paciente também não é bolinho. Graças ao desenvolvimento da tecnologia, até o pavoroso AEB “conhecido carinhosamente como FREIO DE BURRO- tem sido preterido no lugar dos mini-implantes, fato esse que faz com que nossas crianças mais felizes, sofrendo menos bullying na escola e beijando mais na boca. Amém.
O ortodontista é o cara que não é gráfico mas saca de offset, não é hippie mas faz um fio virar arte, sabe que Slot não é o cara dos Goonies (chocolaaaaate), faz girar e não faz balé. Troca elástico sem ser alfaiate, manja de tracionamento sem atolar na lama, faz nivelamento sem ser pedreiro, e no final, transforma um amontoado de dentes em um sorriso! Borracheiros odontológicos, te saudamos. :D
***
Elaine Batista é mineira, atleticana e tem essa coluna semanal aqui no VDD onde fala com uma maestria descomunal como são as especialidades odontológicas. :D
Confira também os outros textos dela:
O ENDODONTISTA – O PERIODONTISTA – O PROTESISTA – O ODONTOPEDIATRA

Compartilhe com os amigos

Comentáros

comentários

25 Comentários

  1. Bruno H disse:

    Nossa, na boa vou ter que imprimir esse artigo e entregar para alguns pacientes meus.

  2. Vivi Piovesan Leme disse:

    mto bom..rindo mto aqui ao ler este post

  3. Paula Freire disse:

    Tem como curtir duas vezes???
    Adoreeeeiiiii!!!! Todos sao bons, mas este p mim foi o melhor ate agora!!! (será pq?) kkkkk
    Manda ver, Nana! Faça um blog e abra concorrencia!!!
    Brincadeirinha, Fabriçu!
    Bjuuus

  4. Muito bom! Parabéns pelo texto e pela sábia escolha do time de coração rsrs! Sou dentista(Implantodontista), casado com uma ortodontista, mineiro(mas moro em Chapecó(SC) e atleticano tb.

    • Elaine Assis disse:

      Eu NÃ?O sou atleticana. Torço pro Azul Celeste Maior de Minas, conhecido como CRUZEIRO ESPORTE CLUBE. Mas o Fabrício é um mala que fica dizendo que sou atleticana pra me aporrinhar. E o texto dos implantodontistas vem aí… Obrigada pela força.

    • Pelo visto, vc é mais uma das ATLETICANAS enrustidas que existem por aí aos montes rsrs. Mas tudo bem, o texto continua legal. Aguardo o dos implantodontistas e pode pegar pesado kkk! Parabéns mais uma vez!

  5. Adorei e me senti ainda mais orgulhosa de ser Ortodontista!!!!

  6. Rac disse:

    Como de costume, show…
    Queria ver Elaine Batista escrever uma crônica sobre o maior de Minas, o Cruzeiro!

  7. Adorei tanta dedicação ao Ortodontista!! Estou mais orgulhosa do meu trabalho … Está compartilhado!

  8. Celia Barral disse:

    Cara, somos gêmeas siamesas nascidas separadas!
    Fique tranquila, sei menos de orto que vc, mas a natureza nos prega peças, e se vc
    não instalou um aparelho fixo na sua boca (eu) o Universo conspira e vc precisa tratar a orto
    da sua filha.
    Se correr o bicho pega, se ficar…
    Bjo amiga CRUZEIRENSE!!!

  9. Curti demais! Realmente super parecido com a realidade do ortodontista! 🙂

  10. Você escreve bem demais, continue a nos divertir, parabéns…

  11. Nina Cris disse:

    mt bom….mais uma vez….

  12. Eun Kim disse:

    FALOU TUDO!
    ;D

  13. Janaina Alves disse:

    ADOREI… Mto bom o texto… Falou td!

  14. Feliz duplamente: Por ser ortodontista e por saber que a Elaine é Atleticana!!!!! hehe Muito bom, ganhou um fã!!!

  15. […] Luiz de Campos Freitas curiosamente ainda não tinha sido abordada aqui no Vida de Dentista. Nós ortodontistas podemos cobrar mensalidade ortodôntica de pacientes que faltam à consulta do mês […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *