Papo Sério

Paciente com Bulimia

Cirurgiões-dentistas devem estar aptos a diagnosticar desordens bucais, mesmo casos em que o problema excede a odontologia, mas cabe a nós o alerta. Um exemplo disso é de pacientes (geralmente mulheres) com bulimia.

Esta patologia de ordem psicológica faz com que a pessoa coma exageradamente e em seguida chame o Hugo force o vômito para eliminar tudo o que comeu, ou mesmo use laxantes e/ou diuréticos, evitando assim o ganho de peso.

E onde entra o dentista nesta história? Estes pacientes costumam apresentar sensibilidade demasiada na região palatina de dentes posteriores (parte próxima ao céu da boca) e à s vezes cavitações semelhantes à  cárie. Isso ocorre porque quando o conteÚdo ácido estomacal atinge os dentes com frequência, ele começa adissolver o esmalte dentário.

Há ainda casos em que o paciente apresenta machucados (fissuras e descamações) nos lábios e língua, causados por objetos usados para forçar o vômito como unha, cabo de escova de dentes etc.

Evidente que nem todo mundo com sensibilidade e cárie no dente, ou lábio machucado tem bulimia, outros traços deste distÚrbio psicológico devem ser observados, por exemplo pacientes que reclamam o tempo todo que estão muito gordas, ou que não suportam falar sobre alimentos, ou ainda com sintomas de depressão.

Não cabe ao dentista o tratamento, tampouco a conclusão de diagnóstico de paciente com bulimia, mas este deve sim observá-lo como um todo e dar o alerta aos familiares para que as devidas providências possam ser tomadas frente a suspeita.

Comentários

comentários

Sobre o autor

Gisele

3 comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.