Saúde Pública x Saúde Coletiva

Oswaldo Cruz, cientista, médico,
bacteriologista, epidemiologista e sanitarista.
Vou falar agora como uma futura sanitarista. Tirei as informações desse post de uma das primeiras aulas que tive na Escola de Saúde Pública do Rio Grande do Sul no começo da especialização no ano passado.
Vocês sabem a diferença entre a Saúde Pública e a Saúde Coletiva?
Pra falar disso, primeiro temos que definir o que é SAÃ?DE. Saúde é um conceito amplo, e antigamente o conceito mais aceito era o da OMS, â??bem estar físico, mental e social e não apenas ausência de doença.â?. Nos dias de hoje, podemos incluir também fatores como alimentação, atividade física, acesso ao sistema de saúde e saneamento básico para deixar esse conceito mais completo.
Saúde Pública é um conjunto de ações e serviços de caráter normativo, ou seja, segue normas e diretrizes técnicas específicas onde as políticas públicas são voltadas para a população em geral. Visa a Prevenção e a Promoção de Saúde, tem natureza interdisciplinar implícita.
Ã? um direito de todo cidadão e dever do Estado garantir o acesso à saúde. Deve também garantir serviços dirigidos a grupos populacionais distintos e garantir o acesso ao atendimento curativo,  além de certificar que os estabelecimentos que prestam atendimentos funcionem corretamente. O que acontece é que o Estado não consegue garantir o atendimento (falta de médicos, falta de leitos,  filas, fichas…).
Saúde Pública é um termo mais conhecido do que Saúde Coletiva, principalmente a nível internacional. Você nunca ouviu e provavelmente nunca vai ouvir falar em “Collective Health”, até o tradutor do Google traduz saúde coletiva como public health.
Saúde Coletiva é um movimento sanitário social, o que criou o SUS, onde as ciências sociais são determinantes. São conjuntos de ações e serviços voltados para a coletividade â?? trabalho em equipe, não necessariamente público. A natureza interdisciplinar é essencial, pois amplia o conceito de serviços em Saúde Pública. Visa promoção de saúde e a integralidade.
Pra finalizar, um exemplo bem simples: Toda Saúde Pública é coletiva… nem toda Saúde Coletiva é pública. Instituições privadas também tem medidas de saúde coletiva. 😉
Compartilhe com os amigos

Comentáros

comentários

0 Comentários

  1. Diego disse:

    esse post me fez lembrar da época não muito bacana que eu estudava pros concursos de PSF e CEO daqui… e que quase TODOS eram furadas, pois as prefeituras passavam quem elas queriam.

    Nos cursos e na faculdade as mulheres da S.coletiva quase sempre eram velhas, rabugentas e chatas. Bom saber que uma dentista GATA e gente BOA tá se enveredando para esse rumo!! \o/

    @diegoperes

  2. @marjo_lanzarin disse:

    Pois é Diego, no meu tempo de faculdade as professoras de Saúde Coletiva e Odonto Social também eram velhas e loucas. Tinha um professor que mandava a gente pro estágio e ia fumar, tava sempre fedendo cigarro dentro de um micro consultório.

    Acabei caindo sem querer na Saúde Pública, e gostei. A história da Saúde Pública é fantástica, e tá tudo muito bem planejado, muito bem escrito nas diretrizes. O SUS é o melhor sistema de saúde do mundo, e estrangeiros do mundo todo vão na ESP aprender sobre o seu funcionamento.

    Veja bem, eu disse ESCRITO! Uma pena que dependemos de gestores que muitas vezes não cumprem seu papel. Mas não é por isso que vou deixar de cumprir o meu como servidora! 🙂

  3. Marjo disse:

    Fabricio, coloca ali que fui eu quem escreveu o post, abç!

  4. Tatiana disse:

    Dentista que faz especialização em saude coletiva tem titulo de sanitarista? Obrigada

    • Marjo disse:

      Tatiana, a princípio só quem faz especialização em saúde pública ganha o título de sanitarista, pois é interdisciplinar. A saúde coletiva normalmente é voltada apenas a uma área, ou odontologia ou enfermagem, e o novo título para especialista na área pelo CRO é especialista em saúde coletiva e da família. Abraço!

  5. Beatriz disse:

    Olá, sou graduanda em Saúde Pública da USP e digo que vale a pena dar uma conferida no curso que é MARAVILHOSO!

  6. Suélly disse:

    Olá, só queria deixar um recadinho, que agora temos várias Universidades com o curso de Graduação em Saúde Coletiva e não somente Pós ou Mestrados, este ano a 1ª turma de curso novo ainda se formou, e novas estão por vir. Este link é da UFPR Litoral que fornece este curso, se quiserem se informar mais a respeito, porem existe em outras cidades também. http://www.litoral.ufpr.br/saudecoletiva

  7. Paulo tavares disse:

    Sou granduando em saúde coletiva pela uea, e a metodologia da area não bate com a resposta dada a uma pergunta anterior. O profissional em saúde coletiva promove e administra a saúde da sociedade, promove qualidade de vida e o estado de saúde populacional é a principal preocupação. Grato!

  8. QUE BOM FICO MTO FELIZ DOS DENTISTAS PARTICIPAREM, EM ESPECIAL O O ITPAC….KKKK.ITA.

  9. Luan Santos disse:

    Bem legal a parte do final para decorar a diferença entre as duas.

  10. David Rocha disse:

    Bem resumido, bem interessante de ler .

  11. Gostei muito do conceito de saude publica!!!

  12. Bem objetivo o conceito de saúde coletiva.

  13. Eloim disse:

    Eu sou formado em Biomedicina, e queria muito saber se com a especialização em Saúde Pública, eu serei habilitado como sanitarista??? Se caso não, qual especialização deverei fazer???? Preciso saber pra poder concorrer a uma vaga de sanitarista em um concurso público. Obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *