Outros

O Dentista, o Desejo e a Consequência

Certa vez uma paciente parecida com essa da foto me procurou pois soube que eu trabalhava com ortodontia estética e fui indicado por uma colega dela. Mas ela não precisava de aparelho fixo. Na verdade ela não precisava de nada. Era linda, dentição perfeita, nenhuma cárie e um aparelho ali só iria atrapalhar.

Expliquei que não havia indicação daquele tratamento e com o espelho nas mãos, pedi a ela que me mostrasse o que a incomodava em seu sorriso. Nem ela soube responder. Ela estava ali sentada na minha frente pura e simplesmente porque uma amiga disse a ela para me procurar. O famoso tratamento “modinha”.

Ela não parecia satisfeita com o desenrolar da consulta. Mas como nunca na minha vida fiz nenhum tratamento desnecessário em nenhum paciente, agradeci a preferência e nos despedimos com um cordial aperto de mão.

Como eu já esperava ela procurou outro colega, na verdade, outra, e conseguiu seu intento. Colocou aparelho e fez questão de me cumprimentar na rua assim que me viu, sorrindo e exibindo os braquetes estéticos que ela tanto sonhava. Cheguei a pensar que tinha feito burrada ao ter me recusado a tratá-la, mas essa sensação passou rapidinho.

E hoje, 3 anos depois, obtive a certeza de que na época eu fizera a escolha correta. Tem 2 horas que essa paciente me procurou aqui, ainda de aparelho, acompanhada pela mãe e me pedindo por favor para removê-lo. Disse que não voltaria nunca mais ao consultório da colega pois julga ter sido “enrolada” por esses 3 anos. Queria ouvir de mim alguma confirmação de que isso realmente ocorrera, mas ficou querendo. Me limitei a avaliar sua situação e entristeci com o quadro que vi.

A paciente permanece bonita, mas só de boca fechada. Sua gengiva estava inchada e sangrando ao menor toque. Seus dentes que antes eram modelo de perfeição estavam todos desengrenados e amarelados de tanta resina. Ela não tinha cáries nos dentes, ela tinha dentes nas cáries. Nem um dos molares foi bandado e a ponta do arco fez um rombo na bochecha da pobre menina.
Um verdadeiro caos !!!

Removi o aparelho após a mãe assinar um termo de responsabilidade e marcamos uma nova consulta para daqui a uma semana, quando a gengiva deve estar em melhores condições, e darei início ao tratamento restaurador. Posteriormente, faremos a correção ortodôntica, pois agora, de verdade, ela precisa de aparelho. Pela primeira vez na vida. =(

Comentários

comentários

Sobre o autor

Fabricio F. Mendes .'.

10 comentários

  • Hehe,,,,da vontade de falar,,,bem feito pra vc paciente….eu não tinha falado……

    ja aconteceu algo parecido comigo…so q com paciente querendo trocar uma pt…..

  • Porque ninguém pede pra fazer uma endo desnecessária?? rsrsrsrsrs
    Mas falando sério, da pra ter ética com este tipo de "colega". Chega a ser criminoso.
    Lá no fundo vc pensou: "Eu avisei!"…

  • Vc acha necessário bandar os molares? Eu uso tubo colado nos molares para auxiliar a higiene do paciente, só uso bandas quando o tubo realmente não fica, cai demais.

  • fabricio, já vi acontecer parecido. dá um misto de tristeza e revolta. mas, nao se pode duvidar nem da estupidez nem da ganancia dos seres humanos.

    anonimo, qualquer protocolo moderno indica bandagem dos 1ºs e 2ºs molares. qualquer variação disso, é risco. nao que eu o faça, mas sempre pode-se é preciso ter em mente o indicadopara trabalhar com segurança.

  • Meu Deus, que absurdo! O que uma pessa dessa tem na cabeça? Com um sorriso perfeito querendo colocar aparelho. E eu aqui doida pra tirar o meu! Vai entender…

  • Ã? mais comum do q se imagina, e qdo vc indica uma reavaliação depois do tratamento ortopédico dali à 6 meses pois há dentes erupcionando ainda, e uma semana depois vc encontra a criança com aparatologia fixa? Tem paciente só fica feliz qdo ouve o que quer ouvir……

  • Pois é….infelizmente existe colegas que só pensam em enriquecer a qualquer custo! Mas cá pra nos…da vontade de mandar pro meio da beirada!!! Fala serio… Hahaha

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.