Cadê a minha perereca ???

Chegou então Dona Navagina, para sua consulta inicial. Já foi logo se queixando de dor no “pilão que segura os dente”. Mesmo imaginando do que se tratava, como de praxe, pedi que ela se sentasse para uma melhor avaliação.

A secretária então entrega um guardanapo para a paciente, assim como faz para todos, e esta retira sua ponte removível sem grampo da boca e prontamente a embrulha, colocando sobre as pernas.

A cervical do molar superior estava toda cariada. Fruto de anos e anos de má higienização associada ao uso de uma perereca. Orçamento dado, paciente concordou e começamos na mesma hora o atendimento.

Terminada a consulta, cato todos os rolinhos de algodão, jato d’água. “Pode cuspir“, digo a ela.

Levanto do mocho e quando ameaço a me despedir e agradecê-la pela confiança, eis que ela, num pulo, pergunta :

“_Cadê minha perereca ???”

Praticamente no mesmo segundo a secretária responde :

“_No meio das pernas da senhora !!!”

Eu, que já estava lavando as mãos, parei, sem ação, pensando :
PQP … a secretária tá doida ???

Foi então que, depois de respirar fundo e esperando que a paciente fosse cag#$ na testa da secretária, me virei pra ela, fulminando-a com um olhar de reprovação absoluta.

Para minha surpresa, a secretária não esboçava arrependimento em seu semblante. E a paciente, percebendo o ocorrido, me pediu calma, e em meio a gargalhadas, removeu do meio de suas pernas o guardanapo entregue no início do causo, onde bem embrulhadinha, estava a perereca dela. =D

—x—

Causo enviado pela leitora Gisele Araújo e floreado por esse dentista gato que vos fala. =P


E você ??? Tem algum causo engraçado da sua Vida de Dentista ??? Mande para mim que o publicarei. =D

Utilize o formulário da guia CONTATO no blog, ou mande um e-mail para VIDADEDENTISTA@GMAIL.COM

Compartilhe com os amigos

Comentáros

comentários

Fabrício Mendes
Fabrício Mendes
Fundador do Vida de Dentista

0 Comentários

  1. Franciseju disse:

    Vc é um orgulhooooo p família!!!

  2. Ginha (Portugal) disse:

    "Causo enviado pela leitora…"
    mas "causo" não é a 1.ª pessoa do singular do verbo causar??
    Não será "caso"?

  3. Daniel Amora disse:

    Aqui "causo" também é uma maneira popular de se falar "caso".

    Se os portugueses soubessem quantas variações linguísticas existem no portugês que falamos aqui no Brasil… Ã? praticamente uma outra língua! ;D

  4. Dr. Fabrício disse:

    Daniel … não discuto com portugueses.

    Ã? covardia !!!

    =P

  5. Daniel Amora disse:

    Hehehe. Ã? verdade… ;D

  6. Gisele disse:

    Hehehe, tô rindo agora ,mas aqueles segundos que se passaram até eu entender de qual perereca se tratava foram ,digamos assim, constrangedores =P

  7. Ginha (Portugal) disse:

    Ok, percebi! 🙂
    E então quando entrar de vez o acordo ortográfico é que vai ser…

  8. Thaís Duque disse:

    A melhor parte do post foi "floreado por esse dentista gato que vos fala. =P"
    Hahahahahahahaha =D

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *