Falta do uso de óculos de proteção deixa paciente cega 


Era uma vez uma dona de casa americana jovem e bonita. Jenn Morrone era casada, tinha duas lindas filhinhas e se considerava muito feliz – até 8 de julho de 2013. Naquele dia, Jenn foi ao seu dentista para a realização de um procedimento endodôntico, mas não recebeu um óculos de proteção…

E então…durante o procedimento uma seringa com agulha caiu dentro do olho direito de Jenn. No momento do acidente, tudo que ela recebeu foi um lenço de papel, e foi dado continuidade à consulta como se nada tivesse acontecido.

img_5562.jpg

Acidente 100% prevenível

Ela não imaginava o risco que corria, nem as possíveis consequências, até a madrugada quando acordou desesperada de dor. Apesar de todas as tentativas e cirurgias, os médicos não conseguiram salvar o olho de Jenn. Um ano depois ela recebeu uma prótese que melhorou muito sua auto-estima.

Essa á a história de Jenn Morrone que, infelizmente, é real. Jenn transformou sua tragédia pessoal em um alerta que vem sensibilizando a comunidade odontológica e emponderando pacientes com a informação sobre a importância do uso de óculos de segurança em todas as consultas odontológicas.

Óculos de proteção para todos

Convido você a reavaliar a sua estratégia do uso de EPI.

  • Você fornece óculos para todos os pacientes assim que ele senta na sua cadeira para uma consulta?
  • Você usa óculos de proteção a cada consulta (óculos com lentes corretivas não substituem o de segurança!)
  • E a sua equipe auxiliar? Usa também a cada procedimento?

Dica do Dr. Augusto Iunes que viu AQUI

Compartilhe essa postagem com seus amigos
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Comente

Comentários


Um comentário em “Falta do uso de óculos de proteção deixa paciente cega 

Os comentários estão desativados.