Cirurgia Ortognática transforma a vida de uma jovem 

Estudante de Terapia Ocupacional do IFRJ, a jovem Isadora Abreu, de 20 anos, não estava feliz com a aparência de seu rosto. A mandíbula muito retraída afetava não somente a sua estética, mas também a sua respiração e mastigação. Por conta da desordem dento-facial, enfrentava problemas de autoestima e por isso viu na cirurgia a chance de mudar o formato do rosto.

Antes/Depois cirurgia ortognática

“Eu praticamente não tinha queixo nenhum, o que não me agradava nem um pouco. Todo dentista que eu ia me falava que era necessário a realização da cirurgia ortognática”,conta ela. Foi assim que Isadora conheceu Bruno Chagas, especialista em cirurgia bucomaxilar, que atuou junto com o próprio dentista que a tratava com aparelho dentário.

“Não se trata de uma cirurgia fácil, mas de um processo delicado e que necessita ser muito bem planejado e realizado. Ali naquela cirurgia existia o sonho dela em se redescobrir, de poder olhar seu reflexo no espelho e se sentir bem consigo mesma, em respirar melhor, mastigar tranquila e naturalmente sem dores ou estalos”, explica o especialista.

Compartilhe essa postagem com seus amigos
  • 1.8K
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Comente

Comentários