Tonsilolitos

Já falamos por aqui dos sialolitos e seguindo o mesmo caminho de calcificações, vamos falar hoje sobre os tonsilolitos.

Quando uma pessoa tem inflamações recorrentes nas amídalas, ocorre um aumento das criptas tonsilares (aqueles “furos” que enxergamos quando abrimos a boca e olhamos as amídalas) como consequência o resto de bactérias e pus que fica dentro dessas criptas, vai servir como um sítio para desenvolvimento de calcificações distróficas.

Quando essa calcificação é pequena, os relatos de sintomatologia quase não são descritos, já no caso de calcificação maior, pacientes podem apresentar dor, mau cheiro, inchaço, sensação de corpo estranho ao engolir ou mesmo dificuldade para engolir pode sem relatador. Tem coloração branca ou amarelada.

Essas calcificações podem aparecer nas radiografias?    Podem.

Elas serão identificadas como estruturas radiopacas, únicas ou múltiplas, na porção média do ramo mandibular, região onde a superfície dorsal da língua cruza com o ramo (espaço aéreo glossofaríngeo ou palatoglosso).

Tonsilolitos
Tonsilolitos

Como diagnóstico diferencial podemos realizar uma radiografia póstero-anterior de crânio ou uma projeção de Towne em boca aberta, que pode mostrar a calcificação localizada na porção medial do ramo.

 

Compartilhe essa postagem com seus amigos
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Comente

Comentários

Juliana Mariano

Ortodontista e radiologista no consultório, geek, séries, filmes, músicas nas horas vagas e comunicativa o tempo todo.