Sialolitos: o que são e onde se localizam

Às vezes ao pedirmos uma radiografia panorâmica, nos deparamos com algumas estruturas radiopacas ou radiolúcidas que não estão dentro da normalidade. Dentre essas pode surgir o famoso (ou nem tanto) SIALOLITO. E é justamente sobre ele que falaremos hoje.

O sialolito é um cálculo, encontrado dentro dos ductos das glândulas salivares. A sua causa pode ser por condições mecânicas que contribuem para a diminuição do fluxo salivar ou por propriedades físico-químicas da própria saliva do paciente, que faz com que se forme um sítio e assim uma precipitação de sais de fosfato e cálcio.

Sialolito Glândula Submandibular

Algumas curiosidades

Os sialolitos tem preferência por homens de meia-idade e faixas etárias maiores. Aparecem isolados na maioria das vezes, e por não interromperem o fluxo salivar, os sintomas diminuem gradualmente. Uma média de 9% tem sialolitíase recorrente e 10% dos pacientes que possuem sialolitíase também possuem nefrolitíase.

Tem sintomas?

Sim e não. Alguns pacientes não apresentam sintomatologia alguma e o sialolito pode ser descoberto por um exame de rotina, já outros chegam ao nosso consultório com histórico de dor e inchaço na região da glândula envolvida. Uma coisa bem interessante é que esses sintomas costumam piorar durante a alimentação, devido ao aumento do fluxo salivar.

Compartilhe essa postagem com seus amigos
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Comente

Comentários

Juliana Mariano

Ortodontista e radiologista no consultório, geek, séries, filmes, músicas nas horas vagas e comunicativa o tempo todo.