Graduação em EAD na área de saúde é vetada pelo CNS

Foi vetado pelo Conselho Nacional de Saúde (CNS) os cursos de graduação da área de saúde na modalidade de Educação a Distância (EAD). O Sistema Conselho Federal de Odontologia (CFO/CROs) há muito tempo vem se posicionando contra, por achar que a modalidade não contemplava um ensino de qualidade. “Estamos felizes com essa medida do CNS porque o ensino a distância na área de saúde não estabelece a qualidade e o vínculo do atendimento. Há muito tempo vínhamos argumentando sobre esse tema e que hoje o objetivo foi alcançado. Assim conquistamos mais um direito para o cidadão brasileiro”, diz o presidente do CFO, Dr. Ailton Morilhas.

A Resolução 515, aprovada na última reunião do Pleno,  em Fortaleza, no início de junho, abrange os 14 cursos profissionais de nível superior da área de saúde reconhecidos pelo colegiado: assistentes sociais, biólogos, biomédicos, profissionais de educação física, enfermeiros, farmacêuticos, fisioterapeutas; fonoaudiólogos, médicos, médicos veterinários, nutricionistas, odontólogos, psicólogos e terapeutas ocupacionais.

De acordo com o presidente do CNS, Ronald Santos, com essa decisão o colegiado resgata para o SUS a prerrogativa constitucional que regula os recursos humanos para a saúde. “Temos como centro a qualidade dos serviços que são oferecidos para a população”, afirma.

Compartilhe essa postagem com seus amigos
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Comente

Comentários