Dente de Leite #14 – Doação de leite materno



image5O assunto hoje foge um pouco à odontopediatria, mas como temos muitas leitoras passando por essa fase pós-gestação, vale à pena abordar. O negócio é o seguinte: do dia 01 a 07 de Agosto aconteceu mais uma Semana Mundial do Aleitamento Materno, e por isso vamos falar um pouco sobre a necessidade da Doação do Leite.

Pois é, existem mamães que produzem leite, mas não conseguem amamentar. Outras que nem produzem. E têm aquelas que produzem tanto leite que precisam “tirar” para não doer, não “empedrar” e causar infecções. Essas mães que produzem muito leite, precisam fazer  uma “ordenha” e  acabam descartando o leite – jogando fora mesmo.

O que muitas não sabem é que podem DOAR esse excesso de LEITE aos Bancos de Leite Humano…

Mas para que doar o seu leite???

Para começar, o leite materno é a alimentação ideal e a mais completa para garantir o crescimento e desenvolvimento saudável do bebê  por sua composição de nutrientes.

Tem fácil e rápida digestão, de acordo com a capacidade do organismo infantil. Além disso, possui componentes e mecanismos capazes de proteger os bebês de inúmeras doenças. É uma fonte natural de “lactobacilos, bifidobactérias e oligossacarídeos“.

Nenhum outro alimento possui as características imunológicas do Leite Materno.

* O seu Leite Doado aos Bancos de Leite serão destinados aos bebês que precisam de um alimento assim, INIMITÁVEL!!!!

A super composição do leite materno ajudará principalmente aos recém-nascidos pré-maturos, de baixo peso, que não sugam. É também indicada aos recém-nascidos com infecções, com diarreias ou aos alérgicos a proteínas heterólogas.

Ou seja, a mãe e o seu leite estarão salvando VIDAS!

O  que é, de fato, um Banco de Leite Humano?

É um centro especializado na promoção do aleitamento materno, vinculado a hospitais materno/infantis.

*Existe uma legislação que todo Banco de Leite Humano precisa seguir, é a RDC nº 171.

Neste centro, há o estímulo ao aleitamento, execução da coleta, processamento e controle da qualidade do colostro, leite de transição e leite maduro doado por voluntárias, para a posterior distribuição.

A distribuição só é realizada quando há a prescrição médica ou do nutricionista.

“Os Bancos de Leite Humano tem entre seus objetivos a promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno. Neste sentido, desenvolvem trabalho para auxiliar as mulheres-mães no período da amamentação, tendo profissionais qualificados para também orientar sobre a saúde.”

Quem pode doar?

Toda mulher saudável, que esteja amamentando seu filho, e que tenha excesso de leite pode ser doadora!

“De acordo com a legislação que regulamenta o funcionamento dos Bancos de Leite no Brasil (RDC Nº 171) a doadora, além de  apresentar excesso de leite, deve ser saudável, não usar medicamentos que impeçam a doação e se dispor a ordenhar e a doar o excedente.”

Como doar?

A mulher que quer doar o seu leite deve ir ao Banco de Leite Humano para ser orientada como fará a doação.

Compartilhe essa postagem com seus amigos
  • 42
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Comente

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *