Odontosecção #10 – Diagnóstico

Venho passando por um verdadeiro turbilhão na minha vida pessoal, mas que não vem ao caso especificar nem detalhar os fatos aqui, mas me ative a um pequeno detalhe que me fez reconsiderar tanto minha atitude dentro do consultório como perante a outros profissionais de saúde.Qual foi a última vez em que um médico ou dentista realmente lhe examinou? Apalpou regiões de ganglios linfáticos como pescoço e região submandibular, pré e pós auricular, ocipital e etc (no caso específico do dentista)?

Muitas vezes temos sinais de doenças que podem ser detectados quando o profissional de saúde literalmente coloca as mãos na massa e faz um exame físico do seu paciente. E eu confesso, costumava não prestar bastante atenção nisso tanto quanto estava como paciente como na minha conduta profissional.

Para corrigir o meu lado vou sempre, a partir de agora, fazer o exame físico criterioso e investigar a fundo a história do paciente para obter assim a melhor anamnese possível. A sua conduta pode ser de extrema importância para a detecção precoce de lesões na região bucal e da cabeça e pescoço. Procure sempre apalpar as cadeias cervicais, submandibulares, auriculares e ocipitais de linfonodos. Você pode muitas vezes salvar a vida de um paciente ajudando no diagnóstico precoce de alguma doença.

Compartilhe essa postagem com seus amigos
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Comente

Comentários

Um comentário em “Odontosecção #10 – Diagnóstico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *