Home » Procedimentos » Clareamento Dental » Fitas clareadoras dentais realmente funcionam ???

Fitas clareadoras dentais realmente funcionam ???

fitas-clareadoras

Fitas clareadoras em ação

Que atire a primeira pedra quem nunca pensou em ter um sorriso lindo e bem branquinho, igual a das atrizes de TV e comercial de creme dental.

Com os anos passando e a idade avançando, nossos dentes tendem a escurecer naturalmente, trazendo consigo a busca incessante pela estética onde muitas pessoas antes mesmo de buscarem uma avaliação e ajuda profissional, acabam simplesmente aderindo aos métodos que julgam mais fáceis, surgindo nesse ponto o papel relevante das fitas clareadoras, que estão sendo constantemente utilizadas pela população e vendidas de forma indiscriminada em supermercados, farmácias.

Com base no exposto, torna-se necessário fazermos duas perguntas:

Meus dentes vão ficar bem branquinhos se eu usar essas fitas clareadoras dentais?

Elas são realmente eficazes?

Como todos nós dentistas sabemos, o que dá cor aos nossos dentes é a dentina, sendo ela naturalmente meio amarelada, acompanhada do esmalte que se apresenta translúcido. Se deixarmos esse esmalte mais opaco, ele irá deixar de ter a cor da dentina e ficará mais claro. E qual o meio de se conseguir esse efeito? Fazendo aplicação de soluções ácidas. Conseguimos esse resultado através de uma substância que tenha o poder de permear na estrutura dentária, o Peróxido de Hidrogênio.

Bom, o problema é que seu uso pode causar danos ao paciente e dentre eles está a sensibilidade gerada pelo mau uso das fitas clareadoras. Elas possuem o peróxido de hidrogênio em sua composição, assim como também o material que é ultilizado por profissionais em consultórios odontológicos, porém o problema surge quando a utilização é realizada sem a presença de um profissional, tornando-se perigoso se não forem tomados cuidados necessários.

O peróxido de hidrogênio sendo utilizado indiscriminadamente, pode induzir ao câncer, não só na boca, mas em todas as mucosas, como garganta, estômago e intestino. É necessário proteger a gengiva e outras partes da boca no momento da utilização e principalmente jamais deglutir quando estiver sendo aplicado.

Um paciente que faz uso de fitas, dificilmente irá se importar com tais cuidados citados, primeiro porque ele os desconhece e segundo porque o foco de quem utiliza é apenas o resultado final do procedimento, comprando constantemente o produto, e refazendo o fluxo até alcançar o objetivo esperado. Devido aos motivos expostos acima, acredito que as fitas dentais deveriam ser classificadas como medicamentos e só pudessem ser adquiridas através de um receituário contendo a quantidade necessária para cada paciente, bem como a freqüência em que o mesmo deveria ser utilizado, tendo ainda a necessidade de retornos regulares ao consultório para que o profissional avaliasse seu tratamento.

Clarear dentes em casa com fitas adesivas, moldeiras e sem conhecimento científico, quase sempre remete a aplicação exagerada e indiscriminada de peróxido de hidrogênio, sendo assim, procure um profissional que seja treinado e que tenha conhecimento para tal tratamento, que sem dúvidas seus dentes ficarão lindos e o mais importante bem saudáveis. :D

 

Texto enviado por Gyovanna Campelo – Estudante de Odontologia – São Luis – MA
***
Veja mais sobre esse assunto AQUI, AQUI E AQUI

Artigos relacionados