47 comentários em “Dentista, exija e imponha respeito

  • 18 de setembro de 2012 em 18:38
    Permalink

    Se os pacientes são de outros colegas, imagino que eles devem ter ficado de "saco cheio " de tanto bolo que levaram e entregaram a doutora acima a incumbência de tratar desses pacientes problemáticos kkkk Se fosse ela fugiria deles, ela tá certíssima !

    Resposta
  • 18 de setembro de 2012 em 18:50
    Permalink

    Pra começar respeito não se exige SE CONQUISTA…Essa é boa, era só o que faltava mesmo, já se acham os Doutores Indispensáveis e bláblablá…se não fosse a concorrência…Esses são daqueles tipos que querem respeito né…então é bom começar respeitando aqueles que pagam e muito pra serem atendidos, pra essa que se acha muito boa e tem a agenda cheia…ali na esquina têm outro e na outra esquina também têm mais um…e por aí vai…gentem, essa "profissional" nãO precisa de trabalho só precisa se ligar e perceber que se não baixar a bola e por seu rabinho entre suas perninhas…vai ficar na mingua sem nenhum paciente…porque a concorrência é forte e a escolher…kkkkkkkkpronto falei…

    Resposta
    • 18 de setembro de 2012 em 15:57
      Permalink

      Janice … lamento muito por você ter vomitado tanta asneira no meu blog. Desejo uma dor de dente bem forte pra você. E nem vou te falar quem tem que enfiar o que no rabinho, ok ???

      Resposta
      • 18 de setembro de 2012 em 16:19
        Permalink

        Sr. Fabrício, eu não lamento por você, não merece nem meu desprezo, coitado. Não tenho dor de dentes, sou muito bem amparada por profissionais muito competentes que me atendem na hora que eu quero e como eu quero, mas com uma diferença muito importante, que acho que você deveria adotar na sua rotina de trabalho, com respeito e dedicação, coisa que você passa longe nitidamente.

        Resposta
      • 18 de setembro de 2012 em 16:31
        Permalink

        Fabrício eu acho que você nem tem que perder tempo respondendo a essa pessoa…não merece…provavelmente essa é uma das que marcam com você e faltam sem avisar…graças a Deus não dependo mais do meu consultório…atendo quem eu quero…mas já tenho vários pacientes na minha lista negra…não marco, eles que procurem outra trouxa…

        Resposta
    • 18 de setembro de 2012 em 19:34
      Permalink

      O Cirurgião-Dentista não precisa se achar um profissional indispensável, pois ? um profissional indispensável. Pena de quem pensa o contrário e coloca a saúde bucal como um detalhe qualquer. Se um profissional tem a agenda cheia, ou ele é muito bom, ou está cobrando muito barato (ou os dois). Considerando o fato dele realmente ser bom, o custo-benefício vale a pena, e o fato de você pagar caro, não te põe no direito de querer faltar à consulta. As pessoas precisam entender um pouco mais o que é relação mútua. Eu preciso do paciente sim, mas ele não está fazendo um favor só à mim, e sim à ele mesmo, procurando o cirurgião-dentista. A concorrência é forte entre os dentistas de esquina que à Sra. acima mencionou. Quando se é um profissional qualificado e de respeito, ele não precisa ter medo da concorrência e muito menos colocar o "rabinho entre as pernas" para pacientes que não respeitam.
      E são justamente esses pacientes é que precisam de uma aula sobre importância de saúde bucal, mas como orientar se eles nem aparecem? rs.
      Opinião de um simples acadêmico.

      Resposta
      • 18 de setembro de 2012 em 16:41
        Permalink

        rsrsrsrs….Murilo, desejo que ao se formar não perca esse senso de humor, é muito necessário nos tempos atuais, kkkkkkkk

        Resposta
        • 18 de setembro de 2012 em 22:38
          Permalink

          Verdade, mesmo que não pareça que você tenha toda essa equipe que diz ter, pelo baita sorriso amarelo de portada do teu perfil. Agora uma coisa, sim, é verdade, necessitamos de um ótimo bom humor , principalmente pra ler asneiras de uma esnobe, que se paga de novinha engraçadona, que se paga de inteligente, mas o mais lamentável de tudo, minha ilustre, é que sabe né, a idade chega e os seus dentinhos fortes e sem dor, podem começar a doer, por ene motivos, olha que novidade quentíssima pra você que adora causar… causar risos, haha… Nessa idade e ainda não aprendeu a respeitar.

          Resposta
      • 18 de setembro de 2012 em 21:47
        Permalink

        Boa Mu, falou tudo! em que ciclo está já?! faz um tempão que falei com você. hehe. eu to no sétimo!

        Resposta
    • 18 de setembro de 2012 em 19:45
      Permalink

      Desculpe-me, mas achei absurda a sua contestação

      Resposta
    • 18 de setembro de 2012 em 19:48
      Permalink

      Janice, a palavra "concorrência" nem cabe na ética do profissional da saúde. Afinal, não devemos trabalhar em prol do enriquecimento pessoal, mas, sim, para a saúde.

      Você fala de uma realidade que você desconhece. Das duas uma: ou vc não vai ao dentista ou é EXATAMENTE o tipo de pessoa que a dentista descreveu – a que não tem respeito algum pelo próximo. E pior: acha que seu respeito deve ser conquistado.

      Minha mãe me ensinou a respeitar a TODOS. Quem fizer por onde pode perder meu respeito. Mas até que se prove o contrário, TODOS merecem o meu respeito.

      Resposta
    • 18 de setembro de 2012 em 18:53
      Permalink

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Janice deve ser uma desocupada, xexelenta, que sai rifando sua linda boca de sapo pra qualquer um ai….kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, que pena, alguns brasileiros pensarem como vc minha senhora, não é questão de dinheiro e sim educação. E outra quem ofereçe um serviço bom não pode cobrar qualquer mixaria pra aguentar pacientes xexelentos e sem educação como voce, aliás tem pacientes que nem por dinheiro nenhum no mundo a gente atende. QUEST?O DE EDUCA??O, Educação e Respeito cabem em qualquer lugar. Agora esse seu dentista de esquina, coitado, outro gentinha, que se vende por migalhas e aguenta pacientes como você, onde a ingratidão prevalece e não vai trazer nenhum beneficio pro profissional, seja monetário seja de satisfação. Precisamos ter satisfação e prazer em trabalhar, no minimo com pessoas educadas e de boa conduta……..Paciente nojento……..ninguem merece. SUA MAL AMADA.

      Resposta
  • 18 de setembro de 2012 em 18:53
    Permalink

    Passeando por alguns sites li um artigo falando que a profissão de cirurgião-dentista ainda ostenta a 2ª colocação no ranking de prestígio e admiração. Mas na clinica diária devo concordar com a colega Célia Barral. Faz muito tempo de que deixei de atender no sábado para ter mais tempo livre de descanso merecido. Quando ocorre falta sempre procuramos saber o real motivo e não é difícil puxar a perna curta da mentira. E quando é convênio, às 20:00, endo e o paciente não vem, não liga e só procura remarcar 2 semanas depois pra ver se a gente esquece do ocorrido? Dá vontade de trancar no banheiro e dar uma surra com vara de amora pra largar de ser folgado. Como disse, imprevistos acontecem, mas perguntem aos "ocupados" se eles furam com os médicos? Garanto que eles largam tudo pra ir na consulta, ficam 2 horas esperando na recepção, entram numa cara de felicidade e numa consulta de 30 minutos que rendeu um pedido de exame de sangue a pessoa fica satisfeitíssima!!!! Mas quando o dentista reclama ao paciente que atrasou 30 minutos ou faltou sem justificar ele é mau falado: "dentista mau-humorado, sem educação, não entende a gente".

    Resposta
    • 18 de setembro de 2012 em 16:43
      Permalink

      Isso quando o cara falta,não avisa e chega no consultório num horário qualquer e EXIGE ser atendido,não importando se naquele horário vc precisa pegar o filho na escola,tem m´dico marcado ou precisa ir ao banco.? impessionante a falta de educação,pois eu costumo tratar com respeito todos os profissionais,desde o pedreiro até o meu médico,sem distinção.Hoje mesmo eu apenas observei que um rapaz não tinha escovado os dentes para a consulta e sua mãe o pegou pelo braço falando,na minha cara:vamos em um dr menos fresco que esse.Agora esse tipo de paciente como a Janice,eu simplesmente devolvo seu dinheiro,não perco meu tempo com tipinhos assim,que com certeza adora maltratar qualquer tipo de pessoa que lhe presta algum serviço só porque tá pagando.

      Resposta
    • 18 de setembro de 2012 em 16:52
      Permalink

      Atraso de 30 minutos é mais do que falta de respeito….
      Aqui ocorre muito isso. E a maioria dos pacientes que faltam são de convenio.

      Resposta
  • 18 de setembro de 2012 em 19:08
    Permalink

    Janince, se você não se importa em tratar seus dentes, ou dar continuidade a um tratamento no dentista da concorrência das esquinas que você cita, boa sorte. "Pacientes que pagam e muito para serem atendidos" já deixa claro que você não tem conhecimento de causa, porque no Brasil pacientes não pagam muito por serviço nenhum, indepentente do resto. Então, entenda que quando o paciente falta sem avisar a luz do consultório continua sendo paga, a secretária continua sendo paga, o material continua estando lá disponível e é o dentista quem paga, mas o dentista que está lá disponível NINGU?M paga. Se você acha que esta sua conduta é respeitosa, então ela diz muito mais sobre você do que sobre os pacientes sem consideração que faltam sem avisar.

    Resposta
    • 18 de setembro de 2012 em 16:33
      Permalink

      Entendo muito mais do que você possa imaginar… falo com conhecimento de causa sim…sei muito bem como funciona um consultório odontológico e sei também que se cobra muito bem por qualquer procedimento aplicado, quero salientar que, quanto as contas do consultório, isso não é da conta do paciente e sim do profissional, afinal de contas sabemos que todo orçamento passado ao paciente já está embutido tudo isso que citou…e se o paciente respeita seu dentista não faltará com certeza, avisará antes.Quanto as esquinas que citei, foi apenas um exemplo de como a concorrência é impostante pra existir atendimento de qualidade aos pacientes que nem sempre são leigos nesse assunto.

      Resposta
      • 18 de setembro de 2012 em 17:38
        Permalink

        Mas, Janice, é justamente o que falamos! A pessoa que sabe o que é RESPEITO não faltará. Ou, caso seja necessário, avisará com antecedência.

        Quanto à concorrência, reitero meu comentário. E acrescento: a concorrência faz que cada vez mais a qualidade diminua. ? só vc ir nesses esquinas que vc citou e ver como é bão!!! Pois há uma grande quantidade de profissionais de merda que oferecem um tratamento porco a preço de banana.

        E sabe quem vai lá????? Quem está a favor da tal concorrência, procurando o mais baratinho, ou seja, você. Aliás, já vai tarde. Pq paciente assim ninguém quer nem pagando bem!

        Resposta
  • 18 de setembro de 2012 em 16:12
    Permalink

    Janice, fico aquí pensando: oque será que te falta hein????

    Resposta
  • 18 de setembro de 2012 em 19:34
    Permalink

    Outro particularidade da clinica diária que achou um "desleixo" com o profissional: paciente que insiste começar o tratamento sem entrada. Existem dois tipos de tentativa de burlar a primeira parcela do tratamento: "só recebo dia 10" ou "cheque pra 30 dias". ENTRADA ? ? VISTA MEU POVO!!! Médico é pago à vista, por que não nós? Hoje mesmo neguei um tratamento que a paciente saiu daqui soltando fogo pelas "ventas". Mas minhas contas são hoje, não amanhã nem daqui 30 dias. Entendam que a situação tá difícil pra todos. Dentista não limpa a bunda com nota de 100 reais como podem pensar.

    Resposta
    • 18 de setembro de 2012 em 19:41
      Permalink

      Juro que não entendo gente que quer comprar serviço sem dinheiro.Não há consultório que se sustente!

      Resposta
    • 18 de setembro de 2012 em 23:16
      Permalink

      E ainda pior,é quando paga pelo tratamento,vem em 2 consultas e some,mas volta meses depois como se nada tivesse acontecido,querendo continuar….Quem é que compra uma camisa em uma loja,paga,e vem buscar meses depois???A loja dá a camisa???Ah….mas o dentista tem que atender!!! Ou essa então,combina o pagamento à vista,vc começa a consulta,então no final da sessão ele lhe diz:então dra,vou te dar metade hoje e metade semana que vem….e só paga o resto quando acaba o tratamento,pelo valor combinado à vista com desconto!!!!que raiva!!!!!

      Resposta
  • 18 de setembro de 2012 em 19:37
    Permalink

    Não tenho dor de dentes, tenho ótimos profissionais que me atendem, respeitam e cuidam dos meus dentes e por isso não preciso lamentar como você, Sr. Fabrício…tua mãe vai bem né? kkkkkk

    Resposta
    • 18 de setembro de 2012 em 22:01
      Permalink

      Sem educação vc heim.!!!! Vc está totalmente equivocada com o que vem dizendo, ainda perguntar se a mãe dele tá boa?, cade seus principios de educação, sua mal-criada, mal educada, aprende a conversar primeiro, pra poder dizer algo que nem sabe como funciona, Bote o rabinho no meio das pernas e volte pro seu lugar, da onde nem deveria ter saido…ESTE ? UM BLOG PRA DENTISTA e vc não é nada disso…..não passa de uma idiota falando bobeira.

      Resposta
    • 19 de setembro de 2012 em 01:14
      Permalink

      Janice, seu dentista realmente é muito competente por atender bem, como você alegou, uma pessoa que não respeita a profissão dele…reveja seus conceitos sobre o que é ou não indispensável. O que pra você é dispensável – e que ótimo – pra 90% da população não é.

      Resposta
  • 18 de setembro de 2012 em 17:04
    Permalink

    Quantos dentista sem fazer nada por aqui, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkdeve ser muito respeitokkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Resposta
  • 18 de setembro de 2012 em 17:34
    Permalink

    Um paciente faltar e não dar satisfação e nos deixar esperando duas horas, como aconteceu comigo hoje ? FALTA DE RESPEITO SIM! E como a colega acima disse, a boa educação nos mostra que temos de ter respeito com todos os profissionais, ninguém precisa ficar conquistando o meu respeito para que eu seja civilizada com esta pessoa e dar no mínimo uma satisfação. Até parece que só porque a pessoa está pagando o serviço não deve avisar se for faltar. VEJA BEM JANICE, O PACIENTE N?O ESTÁ PAGANDO POR UM PRODUTO OU UM MERO SERVI?O, ELE ESTÁ PAGANDO PELA MINHA DEDICA??O EM RESOLVER O SEU PROBLEMA! E a partir do momento em que uma profissional é extremamente bem preparada e dedicada como a Dra. Célia, pode sim cobrar muito bem por esta dedicação e pode sim exigir o mínimo respeito dos pacientes.

    Resposta
  • 18 de setembro de 2012 em 21:32
    Permalink

    olha…eu apoio a causa, concordo com tudo, lí todos os comentarios e preciso deixar o meu!
    dona Janice Cristine…..enfia a dentadura no C? e ri pro CARALHO!

    Resposta
  • 18 de setembro de 2012 em 18:35
    Permalink

    Fabrício tem como bloquear essa tal de Janice??? Ela já está enchendo o saco! E Janice vai procurar fazer algo de produtivo em sua vida! E para de falar de coisas que você nem sabe! Você nem é Dentista nem sei o que fazes aqui, participando deste blog! Você deveria está consultando um outro tipo de blog, algo parecido com blogs sobre corte e costura ou algo parecido para pessoas desocupadas como você que ficam o dia todo em frente a tv assistindo aqueles canais de fofocas…rsrsrs

    Resposta
  • 18 de setembro de 2012 em 18:46
    Permalink

    Por favor colegas,não vamos baixar o nível,está na cara que é alguma, ou algum,adolescente que mora com os pais tirando uma com nossas caras…

    Resposta
  • 18 de setembro de 2012 em 18:54
    Permalink

    ? mesmo,Fabrício,acabou a Malhação,hora do banho,nenê

    Resposta
  • 18 de setembro de 2012 em 20:55
    Permalink

    gente, eu ia comentar como gostei do desabafo da Célia, que achei a sacada do Fabrício genial em publicar aqui e então, de repente, me deparo com uma série de comentários sinceramente ridículos e ensaiados, feitos por alguém que se faz passar por Janice, mas que, na real, provavelmente nao passa de um fake bobo causador de celeuma. Fakes desse tipo só servem para nos desunir e me deixam frustrada com a total falta de coleguismo de algumas pessoas.
    Gosto muito deste blog.
    Beijão.

    Resposta
    • 18 de setembro de 2012 em 21:55
      Permalink

      Obrigado Sil … Sei quem é a (o) Janice e por isso respondi assim. Nem coragem de comentar com o nome real esse povo tem 😀

      Resposta
  • 18 de setembro de 2012 em 21:07
    Permalink

    Pois é..respeito não se conquista coisa nenhuma! Respeito vem de berço, da educação dos pais aos filhos. Coisa que essa Janice não deve ter aprendido!
    O pior de tudo são os pacientes que confirmam quando a secretaria liga e depois..faltam!

    Resposta
    • 18 de setembro de 2012 em 22:32
      Permalink

      Então amiga, daí nós perdemos duas vezes. Pagando o telefonema e com a falta.
      Se correr o bicho pega se ficar o bicho come!
      O pessoal viaja um pouco, mas meu objetivo é fazer com que os colegas se imponham, mandem o paciente voltar quando ele atrasar mais de 15/20 min e deem uma canseira pós falta.
      Deixemos nas entrelinhas: Se vc não se importa em me deixar te esperando à toa, porque eu devo me preocupar quando vc tiver uma dor ou sua protese do 21 soltar?
      Chumbo trocado não dói!
      Mas tudo isso é para aquele desrespeitoso, somos perfeitamente capazes de entender exceções.

      Resposta
      • 20 de setembro de 2012 em 11:08
        Permalink

        Concordo plenamente com vc Célia!
        Vou passar essas informações pra secretaria! rs

        Resposta
  • 18 de setembro de 2012 em 22:33
    Permalink

    Ao ler o post da colega Célia,e logo após alguns comentários resolvi escrever o que penso e pratico.
    Quando escolhi ser dentista há 30 anos atrás,nossa profissão não era tão desrespeitada como hoje.Acredito que o desrespeito com nossos colegas mais jovens,partiu de nós mesmos.Inicialmente o fato de não cobrar consulta já está implícito a desvalorização que o colega impõe a si mesmo.Quando a primeira consulta,o colega precisa entender que devemos anotar tudo com um exame apurado anotando ate mesmo as possíveis periapicais ,curativos as coisa mais simples que possa ser incluso no orçamento e plano de tratamento.Apos total orientação ao paciente os valores são anotados, alertando a previsibilidade do tempo de execução e imprevistos possíveis e suas opções.A falta ao tratamento sem justificativa de pelo menos duas horas de antecedencia deverá ser cobrada,isto posto o paciente respeita.Evidente que o profissional deve ser reciproco ao cliente.O fato de atender Grupos de convênios que pagam uma ninharia aos seus associados,também é fator que desrespeita a profissão,mesmo sabendo da busca desenfreada pelo trabalho.Na minha experiencia de 30 anos, na primeira consulta não faço nada, passo o tempo a explicar e preparar documento onde o paciente assina e é ciente,apos os valores em mãos,checados e comprovados ,o tratamento é iniciado,respeitando o programado,o horario ,o tempo previsto e os demais acertados.Já as portas da aposentadoria ,não sou rico mas odontologia me deu um conforto material que não tenho de que me queixar. Abraços.

    Resposta
    • 20 de setembro de 2012 em 18:15
      Permalink

      Caríssimo obrigada por escrever. Costumo dizer que pertenço a linha divisória entre a odontologia respeitada e a atual, e como tal, tenho um pouco de cada fase. Cobrar consulta, ainda que simbolica eu já consigo, mas as faltas ainda me tiram o sono. Planejamento detalhado também está nos meus planos, mas devo admitir que mudar alguns conceitos e praticas levam tempo. Mas tempo eu tenho. Ainda sou jovem 😉
      Quanto aos beneficios da Odontologia, divido com vc meu contentamento. Longe, muito longe de ser rica, mas tudo o que tenho, foi através dela que consegui. Acredito que com atitudes de “grita” possamos abrir os olhos de outros colegas, e assim contribuir para uma Odontologia novamente valorizada. Abraços

      Resposta
  • 18 de setembro de 2012 em 23:50
    Permalink

    Essa Janice não tem grana pra pagar um elemento de implante no meu consultório. Deve ser uma puta fodida, pobre e que se contenta com Odontoclinics da vida. Mas mesmo assim, respeito e consideração deram o ar a graça na minha vida profissional quando eu decidi fazer Medicina e passei. Aí, realmente, as coisas mudaram. Me formo daqui 3 anos e muita coisa vai continuar mudando… A verdade seja dita…

    Resposta
  • 19 de setembro de 2012 em 10:15
    Permalink

    Essa janice é uma desocupada e uma pessoa que não respeita ninguém! Uma pessoa que não respeita a mãe de alguém não deve respeitar nem a própria mãe. Lamento existirem pessoas assim que nem reconhecem o tamanho da própria arrogância.

    Resposta
  • 19 de setembro de 2012 em 17:24
    Permalink

    Gostei muito do texto, com opiniões pertinentes e muito bem colocadas.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *