19/04/2014

Qual é o salário de um dentista ???

A dúvida sobre qual é o salário de um dentista é algo recorrente nos e-mails e comentários desse humilde, porém limpinho, blog de Odontologia. Sei que é normal querer saber se a futura profissão será algo recompensador mas o que vejo é que muitos candidatos a dentista, estão pensando SÓ NISSO.

É raríssimo aparecerem perguntas sobre quais as principais matérias do curso, ou sobre as dificuldades que virão pela frente. O que o povo quer saber é quanto vai ganhar como dentista. E digo mais, querem saber com um certo grau de exatidão, como se daqui, do outro lado do monitor, fosse possível dizer algo desse tipo.

Não é. Nem se a gente conhecesse vocês a vida toda.

O salário de um dentista é a coisa mais variável que pode existir no universo. Ele dependerá de alguns fatores e situações como por exemplo:

Consultório próprio ou trabalhar para os outros ???

A maioria dos dentistas récem formados que conheço não montam consultório logo que se formam e vão primeiro trabalhar pra alguém. Isso se deve por motivos econômicos (não ter grana pra montar o próprio) ou por não sentirem segurança de encarar o paciente sozinhos, já que na faculdade, pra qualquer apuro tem um professor ou estagiário pra socorrer.

Se a escolha for trabalhar para os outros, a remuneração mensal de um dentista vai variar de acordo com o que foi combinado com o empregador. Alguns colegas pagam um fixo + comissão. Outros pagam só comissão, mas garantem que se ela não bater determinado teto eles completam. Já outros tantos, a maioria, trabalha apenas por porcentagem do que produzir. Eu mesmo comecei a minha vida de dentista assim. O que importa é que raramente você ganhará mais que R$ 3.000,00.

Se o consultório for próprio, o valor do salário, principalmente no início, tende a ser menor, afinal de contas, todas as despesas de manutenção de um consultório (água, luz, telefone, dental, secretária, laboratório, impostos, etc …) sairá do seu bolso. Caso o seu movimento não seja de imediato algo muito bom, pode ser que você trabalhe alguns meses sem ver a cor do dinheiro, pois toda a grana que entrar será destinada pra pagar as contas. Se o movimento for pequeno então, deixe papai e mamãe avisados pois, mesmo formado, você poderá depender deles. Resumindo:

VANTAGENS DE TRABALHAR PARA OS OUTROS = Você vai “pegar mão” (ganhar experiência) e não terá despesas com o consultório.
DESVANTAGENS DE TRABALHAR PARA OS OUTROS = Você será um empregado que, comissionado ou não, dará bem mais lucro ao dono do consultório que a você próprio.
VANTAGENS DO CONSULTÓRIO PRÓPRIO = 100% do que você produz é seu. Você faz seus horários e honorários.
DESVANTAGENS DO CONSULTÓRIO PRÓPRIO = 100 % das despesas são suas. Você estará sozinho.

Trabalhar para o serviço público

Seguir uma carreira pública é talvez hoje em dia a melhor opção pra um récem-formado. Se você vai entrar numa empresa ou prefeitura por indicação ou através de aprovação em um concurso (melhor) o que importa é que ali você terá todos os benefícios que as leis trabalhistas oferecem, como férias, 13º salário, etc … Além disso, alguns concursos oferecem salários muito bons (em torno de R$ 10.000,00), mas esses são concorridíssimos e você será um patinho num jogo de caratas marcadas.

Tudo bem que algumas prefeituras não pagam salário decente, mas esse ainda é visto como o caminho da segurança. A menina dos olhos dos dentistas que querem a tranquilidade de saber qual vai ser o seu salário no fim do mês.

VANTAGENS DE TRABALHAR NO SERVIÇO PÚBLICO = Estabilidade e saber quanto vai ganhar no fim do mês.
DESVANTAGENS DE TRABALHAR NO SERVIÇO PÚBLICO = Risco de acomodação

Sei que é difícil pra você que está gastando muita grana pra cursar Odontologia imaginar que seu futuro pode não ser dourado como pintam seus professores. Sei que não é isso que vocês queria ouvir. Mas eu não estou aqui pra desiludir e muito menos iludir ninguém. Apenas gostaria de pedir para vocês que façam Odontologia não pelo salário que um dentista ganha, mas sim porque acham a profissão bacana e/ou querem ajudar as pessoas. Caso contrário, você vão ficar revoltados, como essa menina do vídeo abaixo, enviado pela leitora Joana Paixão:

 

Em tempo, acho válida a bronca, principalmente em tempos onde tentamos nos unir para lutar pela valorização da classe. Mas continuo dizendo, faça Odontologia por um motivo maior. Porque se for pelo salário, principalmente no início, a maioria de vocês irá se frustrar. :(

Sobre o Autor 

Fabrício Mendes é atleticano desde que nasceu em 1978, dentista desde 1999, blogueiro odontológico desde 2010 quando do interior de Minas Gerais (Ilicínea, pra ser mais exato) resolveu criar o Vida de Dentista.