10 coisas que você precisa saber ANTES de ir ao dentista

Sei que textos parecidos já rondam a internet, mas estou escrevendo esse baseado em experiências próprias. Se alguém se identificar, acrescente mais coisas nos comentários. Se não, sem brigas. É SÓ A MINHA OPINIÃO, ninguém é obrigado a concordar e não é verdade universal. :D

10 coisas que você precisa saber ANTES de ir ao dentista

1 – Existe toda uma programação na vida do dentista, e uma delas é a agenda. Assim como é falta de respeito do profissional deixar paciente mofando na sala de espera, é uma imensa falta de respeito do paciente achar que porque está pagando o tratamento pode chegar a hora que quiser. Dentista também tem lazer, tem família e tem outras diversões além de ficar no consultório. Fila de banco, por exemplo. Dentista não pode ver uma fila que vai entrando (vide CIOSP).

2 – Ligar em cima da hora da consulta não é desmarcar. É torrar o saco do dentista que não tem como chamar outro paciente em pouco tempo. DESMARCAR é com pelo menos 4 horas de antecedência, e saiba que o Dentista tem direito legal de cobrar a consulta se o paciente ligar com menos tempo. Mas a vontade é de bater, mesmo.

3 – Paciente consulta o oráculo Google pra ver como vai ser o tratamento, e chega no consultório discutindo técnica e planejamento do seu trabalho… Queridos clientes: Nem todos os SEUS dentes são iguais, imagina se os tratamentos vão ser? Daí o cara aprende dois termos odontológicos pra mostrar que sabe tudo de odonto: Ok, discutiremos em termos técnicos também. Depois guardem a poker face quando não souberem o que “patognomônico” significa dentro do seu caso. Dentista, além de ter feito pelo menos 4 anos de faculdade, também tem Google.

4 – Nunca, jamais, em tempo algum ATENDA O CELULAR na cadeira do dentista. PRINCIPALMENTE em casos de isolamento absoluto.Aquela cadeira reclina mas não é espreguiçadeira, você não tá de férias na Bahia e o nosso tempo vale dinheiro. Você não vai ficar o resto do mês ali. Espere. Ou desligue o celular na sala de espera. Nós agradecemos imensamente.

Compartilhe essa postagem com seus amigos
  • 7.2K
  • 55
  •  
  •  
  • 3
  •  
  •  

Comente

Comentários

92 comentários em “10 coisas que você precisa saber ANTES de ir ao dentista

  • 15 de fevereiro de 2012 em 14:36
    Permalink

    Muito bom! “N?O LAMBA O NOSSO DEDO DE PROP?SITO” é a melhor…rsrsrs. Pena que pegaria muito mal afixar esses “10 mandamentos” no mural da sala de espera…rs…mas que dá uma vontadezinha…isso dá…rs

    Resposta
    • 15 de fevereiro de 2012 em 14:38
      Permalink

      Meu pai me ensinou a NUNCA PASSAR VONTADE nessa vida 😀

      Resposta
  • 15 de fevereiro de 2012 em 14:39
    Permalink

    Não tô acreditando nas lambidas no dedo!!! Faleci!!

    Resposta
    • 15 de fevereiro de 2012 em 14:41
      Permalink

      Já aconteceu de chuparem na cara dura 😀

      Resposta
      • 4 de novembro de 2016 em 11:09
        Permalink

        Atende aonde? Possui aparelho semelhante ao ultrassom ?

        Resposta
  • 15 de fevereiro de 2012 em 14:47
    Permalink

    Já aconteceu com um aluno da minha turma essa de chuparem o dedo. A gente riu muito depois :]

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2012 em 15:07
    Permalink

    Nada haver isso. Do mesmo modo que o paciente precisa chegar no horário, dentista também, meu querido. Os dentistas marcam 50 pacientes em um dia, vc chega no horário e ele tem 5 na sua frente. Quando consultamos o Google, é pq os dentistas não fornecem a informação que precisamos. Parecem que têm medo de detalhar o tratamento, o tempo, os benefícios. Já que ele marca 50 pacientes num dia não dá pra explicar um por um né? Ai acham ruim quando a gente pergunta.
    Eu não atendo o celular, beleza! Mas o dentista tbm tem que ter o mesmo cuidado. Deixa minha boca aberta cheia de algodão e fala que não posso fechar a boca e fica 10 min no telefone.
    ? o valor é realmente caro, qdo vou a uma entrevista de emprego não fico negociando o meu salário. Tem umas clínicas que colocam umas coisas muito desnecessárias nos consultórios.
    Ah e quando chegar uma paciente bonita (o), nada de ficar elogiando o sorriso, e etc. Vamos sair dali e rir e contar pra nossos amigos.

    Heloow amores, o mundo não é perfeitinho como vcs pintam.

    Resposta
    • 15 de fevereiro de 2012 em 15:15
      Permalink

      Paciente placa amarela detectado!

      Resposta
    • 15 de fevereiro de 2012 em 15:15
      Permalink

      Cara Luiza, vc descreveu uma clínica popular. Aí não tem como cobrar excelência, sinto muito. Atrasos do dentista de 15, 20 ou até meia hora minutos são toleráveis dependendo do caso, pois um procedimento pode ter complicação. Ou vc gostaria de quando o dentista está te atendendo, pára o procedimento na metade e te manda voltar outro dia (com metade da raiz dentro da boca) pra continuar a extração só porque o paciente do próximo horário já chegou? Eu heim…

      Resposta
    • 15 de fevereiro de 2012 em 15:35
      Permalink

      Eu concordo. Os pacientes tem suas obrigações e os profissionais tbm. Já vi muito profissional abusar da paciência de pacientes.

      Resposta
    • 15 de fevereiro de 2012 em 16:38
      Permalink

      Acho que Luiza descreveu uma clinica pop!

      Resposta
    • 15 de fevereiro de 2012 em 22:01
      Permalink

      a luiza eh daquelas q vai pra extrair um dente nas clinicas de 15 reais! E acha lindo pagar menos q a manicure dela…..kkkkkkkkkkkk brincadeiras a parte, os dois lados tem q honrar, da mesma forma q tem paciente chato tem profisisonal desleixado que deixam os pacientes esperando muito. Mas….eu ri demais com a lista! kkkkkkkkkkkkk se pudesse colocava no meu consultorio

      Resposta
    • 17 de fevereiro de 2012 em 11:18
      Permalink

      Luiza, volte para o Canadá… na boa… isso que vc disse não representa realidade de bons profissionais… vc provavelmente deve frequentar essas clínicas em populares ou somente é bem chata…

      Resposta
    • 22 de fevereiro de 2012 em 14:41
      Permalink

      VOLTA PRO CANADÁ, LUIZA … LÁ O MUNDO ? PERFEITO

      Resposta
    • 28 de fevereiro de 2012 em 17:16
      Permalink

      se vc está indo num dentista que marca 50 por dia recomendo que troque de profissional e o tratamento odontologico é realmente caro! Assim como são os insumos e custos fixos do dentista! Já viu em algum lugar, ainda mais no Brasil, o cara pagar caro por material e cobrar barato pelo serviço?! Se ja viu fuja! Nao economize na restauração pra sobrar dinheiro pra balada no fim de semana ou comprar um tenis novo!! Esse em 2 anos vai pro saco!! Assim como a sua restauração de 50 pila! No mais, escove o dente e seja feliz!

      Resposta
  • 15 de fevereiro de 2012 em 15:31
    Permalink

    ?timo texto! Parabens Elaine Batista. Vida loga aos formandos da UFU!

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2012 em 15:42
    Permalink

    Ual, a Luiza deve no mínimo frequentar “dentistas” de sobreloja no centro de alguma cidade por aí, pq só esses pra agendarem 50 pacientes por dia e não fornecem explicações sobre o tratamento a seus pacientes. E tb é esse o mesmo q atende celular com paciente na cadeira. Falta de respeito e de ética.
    O q são coisas desnecessárias no consultório? Quero exemplos. Revistas, televisão, ventilador ou ar condicionado na sala de espera, bebedouro com água gelada e ambiente? O que mais?
    E elogiamos sorrisos bonitos sim, pq valorizamos boa higienização e saúde.

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2012 em 15:45
    Permalink

    Sem preconceito a meus colegas que atendem em consultório em sobreloja no centro. Me refiro aqueles que colocam velhinhos panfletando na calçada, por exemplo. profissionais do tipo. Nada pessoal.

    Resposta
    • 15 de fevereiro de 2012 em 15:46
      Permalink

      Ahhhhhhhhhhhhhh bom 😀

      Resposta
  • 15 de fevereiro de 2012 em 16:11
    Permalink

    Luiza….muda de dentista minha filha…….kkkkkk

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2012 em 16:20
    Permalink

    Existem dentistas e dentistas e existem paciente e pacientes…..

    Luiza…eu em 15 anos de profissaõ te Juro que nunca deixei mais de 20 minutos um paciente esperando para ser atendido….tambe´m nunca atendo ao celular, minha secretaria q atende e me passa o recado, retorno depois….fora outras coisas….um conselho,,,,,Troca de dentista

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2012 em 16:29
    Permalink

    Muito Legal esse texto ! E isso mesmo !

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2012 em 16:40
    Permalink

    Luiza, vai procurar um dentista no Canadá!

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2012 em 16:40
    Permalink

    Brilhante texto, muito espirituoso, parabéns Elaine Batista.

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2012 em 16:52
    Permalink

    ow luiza, to com pena de vc.

    talvez nunca tenha conhecido um dentista de verdade. mas to falando de dentista viu? né de prático não. ^^

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2012 em 16:55
    Permalink

    Uai, pq a clinica é popular ou particular há restrição a ética? eu pensei que na faculdade os dentistas se formavam para trabalhar na área, independente se é público rico ou pobre. Eu penso que o respeito e a ética deva vir de ambos os lados.
    Eu não falei de uma clinica popular não, infelizmente, foram particulares mesmo.
    Eu só quis dizer que assim como vocês reclamaram de atitudes dos pacientes, nós temos nos incomodamos com atitudes de vocês.
    Assim, como o dentista não pode parar um procedimento no meio dele, o paciente tbm pode se atrasar e acontecer imprevistos que o impossibilite de ir.
    Eu sei que o texto trata a realidade, que alguns pacientes abusam. Mas achei muito mal educado e sem senso de humor algum. Do modo como o texto foi escrito é como se os pacientes fossem a coisa mais grotesca que existe.

    Dentistas são um profissional da saúde, pacientes podem precisar de vocês, esporadicamente. Vocês precisaram de clientes sempre. Pensem nisso. Se meu dentista indicasse esse texto nunca mais voltaria nele. Acredito que há inúmeras maneiras de mostrar que você não gosta dos atrasos, que você gosta de uma boca escovada e etc.

    Ah e antes que digam que eu sou uma paciente desleixada, não sou não. Usei aparelho e tive um ótimo resultado. Mas acontecia de o dentista atrasar, atender telefone, e bla bla bla.

    Resposta
    • 15 de fevereiro de 2012 em 17:24
      Permalink

      Os seus argumentos são válidos e bons,mas discutir com gente que só ve seu próprio umbigo, é mto difícil,se não for inútil.

      Resposta
    • 17 de fevereiro de 2012 em 11:40
      Permalink

      Luiza, qto vc paga de consulta nesse local?

      Resposta
    • 17 de fevereiro de 2012 em 11:41
      Permalink

      Eu não tenho clientes, não sou garoto de programa, eu tenho pacientes…

      Resposta
      • 17 de fevereiro de 2012 em 13:25
        Permalink

        Eu tenho … pode me chamar de putão 😀

        Resposta
  • 15 de fevereiro de 2012 em 17:11
    Permalink

    Luiza, muda de dentista minha filha.² kkk

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2012 em 17:21
    Permalink

    Uai,gente!!! Tem que saber falar e saber ouvir.O texto é ótimo! Mas a Luiza não está de todo errada.
    Eu como paciente cara semestral, me sinto no direito de sair em defesa dela.E digo, muitos comentários aqui, se eram de dentisras,HELP!!!Pois quero os nomes pra não frequentá-los…

    Resposta
    • 15 de fevereiro de 2012 em 17:43
      Permalink

      Pois é, nem eu. O cara estuda odontologia pra entrar em blog e ficar batendo boca com paciente. Ao invés de mostrar profissionalismo. Eu coloquei minha opinião, assim como o texto expressa dela. Os “profissionais” parecem fazer jus ao que eu mencionei.

      Resposta
  • 15 de fevereiro de 2012 em 17:22
    Permalink

    Luiza, só para constar, clinica popular também é particular.
    E quando a gente não gosta de uma determinada coisa, no teu caso não gostasse do texto, só falamos assim: Não curti ou não gostei. Simples né?!

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2012 em 17:33
    Permalink

    Luiza, clínica popular também é uma clínica particular. E se realmente você faria tudo isso que falou, porque continuou o tratamento na clínica? Poupe-me. Paciente abusa muitas vezes da nossa paciencia.
    Clínica que atende 50 paciente ao dia, são clínicas que prezam pela QUANTIDADE e não pela QUALIDADE, se você for marcar uma consulta no MEU CONSULTORIO, você notára que terá apenas 8 ou menos pacientes por turno, porque a coisa que eu mais prezo num tratamento odontológico é a QUALIDADE, e se cobramos um certo valor mais caro, é porque temos a competencia de estudar o seu caso quando você estiver sentada la na cadeira odontológico e mesmo quando você não estiver no nosso consultorio, pois um bom dentista sempre tem um bom planejamento dos procedimentos que iremos realizar em nossos pacientes.
    E outra, esse texto tenho certeza que foi uma forma da autora se distrair um pouco das mil coisas que vivenciamos.
    E mais uma dentista que não sabe explicar sobre o procedimento que estamos realizando, não é dentista! Tome cuidado !

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2012 em 17:33
    Permalink

    adoro comentários polêmicos. =)

    mas no sério gente. é preciso respeitar a opinião de todo mundo, né?

    luiza, isso tudo que foi escrito no post é resultado de uma trajetória de anos de profissão, são coisas que acontecem todos os dias no consultório odontológico. aquele tipo de coisa que acontece tanto que dá vontade de baixar um decreto sabe?

    é complicado vc achar que não devemos querer ordem no nosso trabalho, quando está nos comparando a um padrão de profissional que não é aquele que nós fomos educados a ser.
    na faculdade não aprendemos a atender 50 pacientes por dia, e muito menos a pegar em celular com a mão na massa. pelo contrário, lá a vigilância é forte pra que esse tipo de coisa não aconteça. somos formados para trabalhar com ética, como você disse. mas infelizmente, em todos os setores da vida, sempre vão haver os incompetentes. fazer o que??

    na sua defesa, não nos compare a eles, por favor.

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2012 em 17:36
    Permalink

    Já troquei de dentista gente, acorda! Troquem vocês de pacientes. ah mas eles fazem tudo isso e pagam neh.. vamos só reclamar, quanta hipocrisia.
    Eu não falei isso de uma única clínica, de um único profissional, de popular ou particular ou sei lá o que. Vocês ficam batendo boca como se fossem umas crianças do jardim de infância. Nenhum comentário que vi aqui foi plausível que contestasse minha resposta.
    Nina, querida, que bom pra vc. E acho tbm que já teve pacientes que não se atrasam mais que 20 minutos. ? isso, que quero dizer gente, que o texto trata de um jeito muito mal educado, e que existem casos e casos.
    Essas pessoas que escreveram muda de dentista, só faltou coloca o telefone de contato. Tá necessitado né amor? Eu já revolvi meu problema, mas posso qualquer dia precisa de um dentista e quem me garante que um problema não vai acontecer.
    Edson, só pra constar: se não gostou do meu comentário querido, não curti ou não gosta. Simples né?

    Resposta
    • 15 de fevereiro de 2012 em 19:02
      Permalink

      Luiza, q bom q vc leu o que postei…..então ano passado eu deixei te atender três pacientes, falei a eles q se eles serem atendidos na hora quer querem q mudem de dentista, pq eu trabalho e cumpro a minha agenda e então quero pacientes que tbem sigam a minha agenda…pois não é certo eu começar a atende-los com meia hora de atraso e assim atrasar o próximo paciente…..espero 15 minutos, se chegou depois disso é remarcado…..e esse ano comecei a cobrar 30 reais (pouco) pela falta….só h 2 faltaram…..tem semanas que chega a a faltar de 8 a 10 pacientes,,,isso significa 8 horas de trabalho….significa 1 dia de trabalho….e não posso ficar sem receber, vc concorda?

      Resposta
    • 28 de fevereiro de 2012 em 17:26
      Permalink

      Na verdade a resposta da Luiza foi tao ironica e presunçosa quanto a postagem do blog. Aí lamento mas ninguem tá com a razão. E o texto acho que foi de dentista para dentista, como um menção a certas dificuldades da profissão e não pra paciente ler e ficar contestando. E mesmo assim um paciente pode até esperar um pouco na sala de espera e o dentista que sofre com atraso de pelo menos 50% dos pacientes? Faz o que?

      Resposta
  • 15 de fevereiro de 2012 em 17:37
    Permalink

    Luiza,é apenas uma brincadeira sobre nosso dia a dia,não leve tão a sério…Vai dizer que vc não lida com situações parecidas no seu dia a dia.Quem lida com o público,independente da profissão,passa por situações no mínimo semelhantes.Por exemplo:O que vc me diz de uma pessoa que faz um vendedor tirar todas as roupas de uma loja para experimentar e no fim não leva nada?Tive uma namorada assim…

    Resposta
    • 15 de fevereiro de 2012 em 17:50
      Permalink

      Concordo Julio. Mas é como eu disse há DENTISTAS E DENTISTA E PACIENTES E PACIENTES. Povo burro, quando falei 50 pacientes foi uma HIP?RBOLE, sabem o que significa? Acho que não, pq senão não teriam dito que me referi a uma clinica popular. Eu quis dizer que existem clínicas que marcam muitos pacientes em um dia e não conseguem atender a demanda.
      Tudo a gente tem que explicar, af.
      Já mudei de clínica várias vezes gente, já fui bem atendida e outras não. Assim, como vcs tem pacientes bons e outros não.
      Bonito isso, falam o que quer e não querem ouvir o outro lado.
      Acho muita hipocrisia.

      Resposta
      • 15 de fevereiro de 2012 em 17:56
        Permalink

        eu só não consigo entender pq vc tá tão nervosa? e pq precisa ser tão rude?

        calma luiza, vc está muito armada. aí quem fica parecendo uma criança birrada é vc.

        vamos respeitar os outros e excluir palavras como BURRO sem conhecer, ok?

        calm down

        Resposta
  • 15 de fevereiro de 2012 em 17:43
    Permalink

    Luiza, uma pena que vc conheça pouco da odontologia e da excelência do serviço praticado pelos profissionais sérios.

    Resposta
    • 15 de fevereiro de 2012 em 17:53
      Permalink

      E é uma pena que você não entenda de seres humanos. Que existem pacientes bons, que vão fazer tudo o que está no texto e outros não. Se vc não tiver tolerância fica difiiiiicil viver neste mundo. Sabe eu não falei que todas as clinicas são assim, como o texto diz que nem todos os pacientes são assim. Eu sai em defesa que o vilão na historia não é apenas o paciente, que há coisas erradas em algumas clinicas também.

      Resposta
      • 15 de fevereiro de 2012 em 18:11
        Permalink

        ….A “Sra”, além da odontologia, agora também já sabes tanto de mim? Parabéns!
        O maior ignorante é aquele que julga sem conhecer o verdadeiro valor das pessoas…

        Resposta
  • 15 de fevereiro de 2012 em 17:59
    Permalink

    Luiza, c tu axa caro o tratamento, faça odonto, compre todo q eh necessário p (c) atender e cuide vc msm da tua boca, tu naum eh obrigada a ir ao dentista assim como naum eh obrigada a consultar com qlqr profissional

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2012 em 18:02
    Permalink

    Respeito a opinião da Luiza. Ela tem o direito de não gostar do texto, ou da forma que ela foi atendida pelo “dentista” dela.
    Mas não mudo uma única vírgula. Mesmo porque tem uma tag láááá em cima do texto escrito HUMOR. Ache graça quem quiser.

    Haters gonna hate.

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2012 em 18:40
    Permalink

    Só dói quando a carapuça serve!!!!!! Como paciente pra mim foi engraçado !!!!!!

    Resposta
    • 1 de março de 2012 em 22:48
      Permalink

      Isso aí Thiago!!! Bom humor é primordial!!!

      Resposta
  • 15 de fevereiro de 2012 em 19:02
    Permalink

    Luiza:
    vc ainda não entendeu o que o texto quis dizer! Gostaria só de entender duas coisas: como que vc pode chamar os dentistas de burros se vc não sabe nem escrever! Existem erros gramaticais grotescos nas suas frases! E outra coisa: o blog chama vida de dentista!!! Se não gosta das opiniões da nossa classe, melhor não ler!
    Passar bem!

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2012 em 19:34
    Permalink

    Gente…me identifiquei em quase todos os casos citados. Só quem atua na nossa profissão poderá relatar tais casos com tanta propriedade. Incrível como eu achava que só acontecia comigo…rsrsrsrsrrsrsrs…muitoooo legal mesmo…rí horrores quando li. Realmente acontece. Não com TODOS os pacientes, afinal de contas as pessoas são diferentes, mas que atendemos pelo menos um paciente com alguma dessas manias a cada dia…isso sem dúvidas. Ah! Queria ressaltar que esse site de HUMOR relata o nosso dia a dia utilizando os casos mais inusitados que aparecem no consultório em forma de descontração, afinal de contas é direcionado para os dentistas, que assim como qualquer outro profissional faz piada em alguns momentos, afim de tornar uma situação desagradável em um caso cômico. Somos humanos além de dentistas, também fazemos piadas, brincamos, damos risadas…e isso não significa que estamos denegrindo a imagem dos nossos pacientes, estamos sim dividindo momentos da nossa profissão…que ocorrem com alguns pacientes DESAVISADOS. Talvez quem vai ao dentista sem escovar os dentes, com aquela casquinha de feijão presa na gengiva ou nos braquetes, não “saiba” que o mínimo que ele deve fazer antes de ir ao dentista é escovar os dentes, ou que atender o celular no meio de um procedimento é no mínimo sem noção…O QUE ESTAMOS FALANDO AQUI ? DA FALTA DE RESPEITO COM O PROFISSIONAL DA ÁREA DE ODONTOLOGIA. Porque tudo o que lí la em cima relata O DESCASO que vejo com a saúde oral e com o profissional que está ali para ajudar a resolver o seu problema. Ah! E só para ressaltar, muitas das vezes encaramos essas situações com o maior jogo de cintura e bom humor…é o que falta a uns e outros. Dentista merece respeito!!!!!!!! Pacientes estressados e grosseiros realmente deveriam nem nos visitar. Muito obrigada.

    Resposta
    • 1 de março de 2012 em 22:54
      Permalink

      Carine, pensei responder alguns comentários de Luiza (que deveria estar no Canadá ao invés de palpitar onde acredito eu sequer sabe ou vivencia o cotidiano de um consultório odontológico), mas depois de seu post, nem me resta palavras… A meu ver, você está certíssima e embasada o que diz… Perfeito!!!

      Resposta
  • 15 de fevereiro de 2012 em 20:02
    Permalink

    Fato é que respeito deve haver em ambos lados, paciente e dentista. Boa parte do que foi escrito aplica-se aos dois casos.
    O texto é engraçado e retrata o cotidiano dos dentistas, em nenhum momento lí que TODOS pacientes agem dessa forma.
    ? uma forma exagerada e bem humorada de retratar os casos clássicos e grotescos.

    Sou mais um paciente que achou o texto muito bom e que não entende a revolta da Luíza que voltou do Canadá.

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2012 em 20:07
    Permalink

    De fato existem profisionais diferentes, pacientes diferentes. Tento dar a melhor atenção do mundo ao paciente, muitos julgo amigos, assim como sou julgada da mesma forma. Alguns ‘os santos não batem’ e infelizmente (ou não) estes pacientes vão embora.

    Cada dentista precisa de seus pacientes, cada paciente precisa de seu dentista e o máximo de cordialidade deve ser despreendida de um ao outro, mesmo nesses casos em que não se curta, ou não se gosta um do outro. O paciente, bem como o dentista, têm o direito de se escolherem. Fato.

    Tenho orgulho nestes meus quase 10 anos de profissão em ter muitos pacientes fiéis, ter visto muita criança crescer e deixar de me chamar de ‘tia’ para me chamar de Drª ou apenas de Gi. Em meu consultório eu rio, brinco e falo sério de acordo com a necessidade e sei que eles voltam porque confiam no meu trabalho, é a fidelidade que nos traz o retorno que precisamos (financeiro sim, pois não vivo de caridade, e emocional, pois me sinto grata a cada um deles). Outro fato? ? difícil encontrar um bom profissional, contudo é fácil achar preço – por isso muitos mudam facilmente de clínica, mesmo quando encontram um bom atendimento.

    Extravasar pensamentos é um direito de todos; ler e respeitar também. Este é um blog mais voltado ao profissional, os pacientes que vêm aqui são muito bem vindos, mas é um espaço para ‘diversão’ acima de tudo. Claro que o que é divertido para baltazar, pode não ser para belchior. Respeitamos quando alguém não gosta do que escrevemos e a crítica, mesmo que negativa, é o melhor feedback que podemos ter, pois vamos lidar como gente grande – e não num jardim da infância. Bater boca é a pior parte de uma discussão (já aviso de antemão, não vou dar tréplica disso, a não ser que me sinta ofendida).

    A hipérbole (sim, eu sei o que é!) acabou pendendo a brincadeira para um ‘calo’ da odontologia, que são as clínicas que prezam pela QUANTIDADE de pacientes, e não pela excelência do serviço. Elas existem, uma é fechada aqui, duas abrem ali. Não é um exagero de linguagem dizer que 50 pacientes são agendados, porque isso ocorre nesses lugares e ainda combram míseros R$5,00 por um procedimento mais caro. EU, Gisele, não concordo com este tipo de atendimento, mas não posso julgar ou desrespeitar o colega que vive disso.

    Eu desenho. Se o paciente não entende minha explicação, desenho sem medo de ser feliz. Trago para o mundo do paciente a explicação do que será feito (osso = alicerce da casa se for um pedreiro). Cada um, é cada um. Cada um tem uma paciência diferente, ou apenas didática.

    Cordialidade, gentileza, CONSCI?NCIA, cada um tem o seu. Agredir ou denegrir não nos leva a nada. Resisti bravamente (e por 4 atendimentos) a publicar isto, mas falhei e estou clicando em ‘postar comentário’.

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2012 em 20:49
    Permalink

    Colegas, não percamos nossos valioso tempo discutindo bobagens com quem Não quer entender… A proposta da Luiza no começo dos comentários era criticar a postura da autora. No fim dos comentários a irritação sobrepôs a razão…

    Sinceramente Luiza, eu concordo com o td o q foi escrito no texto uma vez que vivencio essas experiências todas, porém não indiquei no me facebook (assim como muitos colegas postaram) pq entendi que algumas frases estão escritas de maneira realmente rude….
    Não se irrite. Procure bons profissionais e faça a sua parte. Assim vc poderá cobrar do profissional respeito mútuo.

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2012 em 20:49
    Permalink

    Certa vez mudei de ginecologista.
    Paguei a consulta (200 pila morto), pois pro meu convênio só teria consulta no mês seguinte. Ele atrasou 10 minutos a minha consulta, pois estava com outra paciente.
    Na minha consulta fez uma anamnese rigorooooosa (encheu uma folha frente e verso) e perguntou sobre minha vida, me deixou bem à vontade. Me examinou com muita delicadeza e foi gentil também. No fim da consulta, me entregou uma folha com algo parecido com esse texto aí de cima, porém numa versão séria. Achei o texto um máximo, e pretendo compartilhar uma versão odontológica do mesmo com meus pacientes. Foi polido, sério e mostrou o porquê do preço dele ser aquele.
    Toda atenção que ele me deu durante a consulta, todas as dúvidas que me foram tiradas e a anamnese mais completa possível, além dele falar me olhando nos olhos (coisa que poucos médicos fazem) fizeram com que eu indicasse ele pra minhas amigas, e que se eu precisar pagar pra ser atendida novamente e tiver que esperar eu pagarei, pois tive um atendimento diferenciado e por isso muito bom.
    ? o que tento fazer com meus pacientes. Jamais enxoto um paciente do consultório enquanto ele está tirando as dúvidas sobre o tratamento dele comigo. Na próxima vez que ele vem ao meu consultório, mesmo se eu atrasar ele vai lembrar disso.
    Infelizmente Luiza, se você nunca encontrou um dentista que você pudesse indicar a outras pessoas está fazendo isso da maneira errada. Quando encontramos um profissional bom falamos no máximo para 1 ou 2 pessoas. Quando esse profissional é ruim, a gente sai gritando isso aos 4 cantos do mundo.
    Existem profissionais que trabalham em escala – esse é aquele dentista que cobra barato, q tem a sala de espera cheia e que em consequencia disso não use um material sensacional. E existem aqueles profissionais que atendem por diferenciação, ou seja, ele foca em algo, coloca o seu preço e vai realizar o tratamento dele da melhor maneira possível e com bons materiais. Claro que isso vai ser muito mais caro, em compensação a sala de espera não vai estar cheia,
    Espero que cada um faça a sua reflexão.
    Abraço!

    Resposta
    • 15 de fevereiro de 2012 em 22:38
      Permalink

      O que tem de dentista pensando agora: PQ N?O FIZ MEDICINA ??? deve ser uma festa !!! 😀

      Resposta
  • 15 de fevereiro de 2012 em 21:05
    Permalink

    Colegas, não discutam mais sobre isso.. não vai adiantar… a pessoa quis causar polêmica e está adorando! A profissão é nossa e só nós sabemos as durezas do dia a dia! Falar de valores??? Eu digo sempre pra quem pede: barato é escova, fio e creme dental!!!
    ? sempre quem quer barato q reclama mais do atendimento hehehehe
    Quem procura preço prefiro q vá embora do meu consultório! Quero q me procure pela qualidade e respeito com q trato os pacientes!
    Adorei o texto! Parabéns a quem escreveu!
    Ao dono do blog um pedido: não dá pra deletar pessoas q baixam o nível? Afinal é pra pessoas da área se divertirem e trocarem informações (não necessariamente dentistas, claro) e aí ver colegas tentando debater com “pacientes” inconvenientes até na internet… cansei hehehehe

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2012 em 22:10
    Permalink

    Será luiza um troll? kkkkkkkkkkkkk Volta pro canada fia! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Isso aqui é humor minha cara….como toda profissão tem coisas q enchem o saco, e ninguem é perfeito, mas o tem fazer graça disso? Estressa não garota

    Resposta
  • 15 de fevereiro de 2012 em 22:47
    Permalink

    Sempre que nós generalizamos, estamos fadados a ofender as pessoas. E, sempre que generalizamos, erramos. Algumas dessas situações são muito comuns em outras profissões também. ? cultural,é coisa de brasileiro né.

    Outra coisa: tem gente que não sabe distinguir um desabafo entre profissionais de uma ofensa pessoal. Julgar sem conhecer a situação dentro do contexto é um pouco complicado. Em suma, pacientes colaborativos aproveitam muito mais o que temos de melhor a oferecer: nosso trabalho.

    Resposta
  • 16 de fevereiro de 2012 em 13:37
    Permalink

    A Luiza tava tentando provar que ela sabe escrever, ou deve ter levado um chute do namorado dentista ou coisa assim! Ela deveria ter sido ignorada desde o ínicio, qualquer pessoa que entra num blog de humor sabe que é pra rir… expressar opinião não é o que ela fez, na boa, se fosse apenas opinião ela não teria levado tanto para o lado pessoal! Fica calma, tenta ler na brincadeira que eu tenho certeza que vc vai ver que não precisa de tanta raiva! E sinto muito pela experiencia ruim que vc teve!

    Resposta
  • 16 de fevereiro de 2012 em 17:11
    Permalink

    Sou paciente e estudante de odonto.

    Luiza, minha filha, eu pagaria pra não te atender. Uma pessoa tão amargurada e com tão pouco senso de humor não merece meu tempo. Isso aqui é um texto engraçado, minha querida.
    Você não entendeu o x da questão. Se manca, tá fazendo papel de ridícula, uma criança birrenta e ignorante que discutiu com todos e não aceitou que está sendo tola.

    Resposta
  • 16 de fevereiro de 2012 em 17:30
    Permalink

    Eu sou um paciente igual a Luiza, já mudei de dentista por muitas coisas, má atendimento, indiferença, falta de respeito, enfim, mas encontrei um dentista excelente e o oposto do último que eu frequentava… em relação ao texto, achei mto engaçado, deve acontecer msm essas coisas, é bom até eu saber p n cometer esses deslizes, afinal o dentista tb merece respeito, assim como ele deve respeitar o paciente tb, mas sabemos q existe erros em ambas as partes, n estou generalizando, mas existe, assim como existe em qualquer profissão, eu era vendedor e atendia cada cliente q eu n gosto nem de lembrar…kkk… eu acho q Luiza não tem nenhum senso de humor, deve ter levado um chifre do namorado que deve ser dentista…kkkkk…menina louca, se não quer ler o que não gosta p q entrou no Blog q n é do seu interesse……mas eu gostei mto do texto….kkkkkkk

    Resposta
  • 16 de fevereiro de 2012 em 22:35
    Permalink

    Luiza é mal amada… por isso está tão estressada!!

    Resposta
  • 17 de fevereiro de 2012 em 00:23
    Permalink

    Eu acho que vcs pegaram pesado com a Luiza, pois ela tem uma parcela de razão. E acho que os profissionais que aqui deixaram seu comentários sobre as clínicas populares, foram desrespeitosos com os “amigos” que atuam nessas clínicas, pois não é porque a clínica é para pessoas humildes que só tem profissionais sem competência. Caso vcs não saibam, existem profissionais bons e ruim em qualquer classe social. E antes que achem que sou atendidas nessas clínicas, deixo claro que não sou, tenho meu dentista, que não cobra barato, que é excelente, e tenho certeza que em momento algum ele iria desmerecer os profissionais das clínicas populares. Não é porque vcs deram sorte em ter nascido em famílias ricas, ou terem pais que mesmo com sacrifícios conseguiram montar um consultórios para vcs, que vcs podem desmerecer profissionais que ainda não conseguiram montar seus consultórios próprios, porque vcs devem saber o valor para montar um consultório odontológico. Assim como vcs querem respeito, deveriam também respeitar os profissionais das clínicas populares.

    P.S. Minha intensão não foi ofender ninguém, só achei falta de respeito com os profissionais em questão.

    Resposta
  • 17 de fevereiro de 2012 em 00:29
    Permalink

    Só para deixar claro. ADOREI o texto, ri muito.

    Resposta
  • 17 de fevereiro de 2012 em 09:13
    Permalink

    Nossa….o texto é muito bom….estou rindo até agora!!!!

    Resposta
  • 17 de fevereiro de 2012 em 13:26
    Permalink

    Luiza,
    Sou técnica em saúde bucal e sei o quanto a doutora que eu trabalho gasta com cada material que usa, para prezar QUALIDADE em seu tratamento.
    Ela tem apenas 27 anos de profissão, conta com centenas de pacientes, marcamos pacientes de hora em hora para prezarmos um bom atendimento (até pq ela é odontopediatra).
    Pessoas com um pensamento igual o teu (o mesmo que eu já tive) q prezam tempo e dinheiro, mostram que realmente ñ sabe o que se passa dentro de um consultório (falando do lado profissional, não paciente).
    Se ela cobra um valor a mais no mercado é porque algo de melhor ela está proporcionando a seus pacientes (ñ é à toa que tem pacientes aqui que vem desde quando ela estava na faculdade!).
    Peço-te, Luiza, que faça um curso de Aux. em Saúde Bucal para que possas conhecer a rotina odontológica, e verás que o que foi falado (de uma forma bem humorada, pq é preciso ter bom humor para ñ surtarmos) tem toda a razão.
    Não te ofenda!

    Abraços,
    Tec. Desireé Barros

    Resposta
  • 18 de fevereiro de 2012 em 00:17
    Permalink

    Concordo com a Luiza, entrei na página pq pensei que iria ter dicas legais para melhorar uma consulta ao dentista, e o que li várias reclamações arrogantes, respeito tem de haver dos dois lados, e não adianta fingir que dentista não atende celular durante a consulta,pago caro para o meu dentista e já aconteceu, como poderia acontecer com qq pessoa,e também é normal se atrasarem, vcs podem ter problemas e atrasarem os pacientes não, vcs tem vida fora do consultório os pacientes não,o que está parecendo é que vcs estão infelizes com a profissão como disseram para a Luiza trocar de dentista, troquem vcs de profissão.
    Ah o tempo de vcs é dinheiro, e quem paga? não são os pacientes??

    O texto ridiculariza os pacientes, é completamente desrespeitoso e não contribui em nada!!

    Resposta
  • 18 de fevereiro de 2012 em 00:21
    Permalink

    Ah e outra coisa só porque a menina não concordou com a opinão de vcs a ofenderam, chamando-a de mal amada, dizendo que ela deve ter ido em um clínica popular, isso é muito anti-ético, e preconcetuoso!!!

    Resposta
  • 21 de maio de 2012 em 23:50
    Permalink

    kkkkkkk coitados dos meus amigos dentistas, com Ruy Abdo Filho, Fabiana Monteiro, Leonardo Orsi, Valdirene Orsi, Gabrielle Cabral Toledo, Alessandra Ferreira Gabriel de Oliveira, me desculpem, mas é mt engraçado…..kkkkk

    Resposta
  • 11 de agosto de 2012 em 02:49
    Permalink

    Meu que absudo que essa elaine postou se ela vê que a boca do paciente são fidida para que que ela fez faculdade de ortôndontia ela não é obrigada a sentir cheiro nenhum e só mudar de aerea vejo que ela não é profissional sai falando mal dos clientes eu imagino quem passa no seu consultorio isso é uma fata de etica da parte dela não cabe ela sair fazendo mandamento se ela mesmo não serve para exercer a função ela tem que trabalhar na perfumaria tá exigindo demais não acha não,ela ganha seu dinheiro com as bocas fididas que ela escreveu e faz sua vida então para que falar mal dos pacientes caramba.
    E francine não tem nada de engraçado se estudou e não sabe lidar com aerea então cai fora.Tem muita gente intressada em ser um profissional em dentista.

    Resposta
  • 1 de novembro de 2012 em 16:29
    Permalink

    Não sou dentista, nem estudante de odonto…mas achei bem engraçado o texto (afinal era esse o objetivo do mesmo)….o pessoal quer gastar com futilidade e quando é pela própria saúde quer pagar menos do que pagam na balada, no shopping ou no salão de beleza. Não tem como ter um tratamento de qualidade (o profissional, o material, a estrutura física…) e ser bem baratinho!!!!

    Resposta
  • 17 de março de 2013 em 20:52
    Permalink

    e mais um daqueles dentistas pilantra ..que acha que ta fazendo um favor pro paciente.por que não se formou em veterinaria..os animais . não reclamam …idiota!!!!

    Resposta
  • 15 de maio de 2013 em 13:39
    Permalink

    Nossa não gostei do numero 9 boca suja fedidas credo fiquei ate com receio pra escolher a profissão de dentista fica sabendo que e nojento mesmo as bocas mas se acha nojento nem tente essa profissão

    Resposta
  • 6 de junho de 2015 em 19:55
    Permalink

    EXISTE DENTISTA E DENTISTA, MUITOS ESCOLHERAM A PROFISSÃO PORQUE DÁ DINHEIRO….OUTROS POR AMOR …ESSES SÃO RACIONAIS, TRATAM O HOMO SAPIENS COMO DEVE SER TRATADO…SEM EXTORSÃO…. COM PROFISSIONALISMO E CONSCIÊNCIA. DIZER QUE SE ACHAR CARO TEM QUE PROCURAR OUTRO…. SIM, DEVE PROCURAR OUTRO, E PROCURAR INFORMAÇÕES SOBRE ELE,E ANALISAR SE NÃO É MERCENÁRIO COMO O ANTERIOR. O IDEAL ERA SERMOS COMO TUBARÕES, TROCAM A DENTIÇÃO E NÃO DEPENDE DE NINGUÉM PRA FAZER SEU TRATAMENTO KKKKKK ENQUANTO TIVERMOS DENTISTAS PENSANDO COMO 99,99% DA CLASSE POLÍTICA ISSO NÃO IRÁ MUDAR NUNCA….. FALAR DE BOCA FÉTIDA…. É HIPOCRISIA…. POIS DURANTE O CURSO PRECISOU DAS COBAIAS DE BOCA FÉTIDA PRA QUE CONTRIBUÍSSE EM SUA FORMAÇÃO DE DENTISTA….. SE NÃO TINHA DOM, AFINIDADE PRA ENFRENTAR O ESPINHO DA PROFISSÃO….PORQUE FOI ADIANTE….INFELIZMENTE O HOMEM É ASSIM….CHEIO DE IMPERFEIÇÕES…

    Resposta
  • 20 de julho de 2015 em 04:24
    Permalink

    Lamber o dedo??? kkkkkkkk essa eu ri muito, ja passei por vários dentistas bonitos, mas a tensão na hora nem tem como pensar em seduzir um dentista lambendo os dedos deles, afff tem louco pra tudo. Mas a profissão de vcs é maravilhosa, Deus abençoe os dentistas!!!

    Resposta
  • 27 de julho de 2015 em 22:24
    Permalink

    "Olha, dinheiro tá difícil pra todo mundo. Damos um duro danado pra ganhar o nosso, cheirando bocas fedidas, inclusive. "
    Gostei dessa parte. Reflete bem o outro lado da história. Se de um lado falta respeito do cliente para com o dentista; por outro lado diz-se dessa vez de forma mais descarada a opinião deste profissional sobre seu paciente. E assim vamos nós, no sucateamento não somente das profissões mas também daquilo dito "respeito".

    Resposta
  • 18 de agosto de 2016 em 08:33
    Permalink

    Achei otimo o texto, porém achei ridiculo ela dizer que não se espante quando ver um dentista na balada ou na fila do supermercado.
    o que ela pensa que é uma celebridade kkkkk,meu anjo vc é um ser humano e vc pode ser a te bonitinha,cheirozinha por fora, pq por dentro vc é tão podre quanto todos seres humanos.
    apenas um cancerzinho mostra o quanto é tao fragil a vida, o quanto somos tão podre.
    meu amorzinho vc é apenas uma dentista, não se esqueça jamais.

    Resposta
  • 29 de agosto de 2016 em 13:41
    Permalink

    Este segmento pelo visto é muito prospero, pq fazer acepção de clientes!
    Engoli rsaliva?
    Algum tempo atrás ouvi falar que, engolir salivas não é benéficos uma vês que aumenta o suco gastrico, em fim, “existe” uma mangueirinha de sucção nos consultórios!
    Isto é a humilde opinião de um inútil cliente paciente.

    Resposta
  • 24 de maio de 2017 em 05:35
    Permalink

    Estúpido do caralho. Enfia seu diploma no cu

    Resposta
  • 21 de junho de 2017 em 22:40
    Permalink

    6 – Vamos fazer um trato? Se você não escovar os dentes antes da consulta, não trocaremos a luva do último paciente pra te atender. Acho justo. E fio dental não é uma opção, é obrigatório. Se quiser que seu dentista saiba o que você comeu, convide-o pra almoçar.

    Afff falo nada!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *