Ortodontia no Jornal Nacional – Se preparem para a “guerra”


Quem assistiu o Jornal Nacional hoje viu uma reportagem que vai tirar o sossego de muitos ortodontistas durante alguns dias. Falava sobre a obrigação de resultado nos tratamentos ortodônticos e a responsabilidade do dentista. Veja a matéria:

O grande problema é que essa reportagem vai ser o estopim para uma pequena “guerra” entre nós e os pacientes. Alguns por ignorância e outros por má intenção podem desencadear uma avalanche de processos infundados. Basta “achar” que o tratamento está demorando pra procurar um advogado.

Nada contra a informação ser passada ao público, acho até importante, pois como em todas as profissões existem muitos dentistas que fazem coisas erradas. Com a popularização dos aparelhos dentários muitos dentistas começaram a fazer “ortodontia” em seu consultórios sem o mínimo de preparo.

Nunca um contrato de prestação de serviços de ortodontia foi tão importante. E se você trabalha direitinho, não há o que temer. A não ser a falação. 😀

 

Compartilhe essa postagem com seus amigos
  •  
  •  
  •  
  •  
  • 2
  •  
  •  

Comente

Comentários


9 comentários em “Ortodontia no Jornal Nacional – Se preparem para a “guerra”

  • 17 de janeiro de 2012 em 16:36
    Permalink

    Pois é, mas eu fui em dois consultórios, um em Botafogo (Rio de Janeiro) e outro em Niterói, e as dentistas, que nem me examinaram, apenas olharam pra minha boca, já foram afirmando que só trabalham com aparelho fixo e que eu devia escolher entre arrancar dois dentes ou cerrar os dentes (para abrir espaço).

    Prefiro ficar sem tratamento, a pessoa já vai dizendo o que vai fazer sem nem ter pedido o raio x, fazer a moldura, etc. Qual é? Não quero arrancar dente nenhum, tampouco cerrá-los. Já usei aparelho mais nova, e não precisou nenhum dos procedimentos citados. O motivo de voltar a usar o aparelho é que, quando mais nova, não levei o tratamento até o final.

    Que você me diz disso?

    Resposta
  • 17 de janeiro de 2012 em 18:01
    Permalink

    “alinhou,agora ta dando certo”.uhahuahua
    reportagem inutil,so diz besteira.influi ao paciente vir ao consultorio,com uma cobrança infundada.mais uma vez a rede BOBO fazendo reportagens manipuladoras e inconsequentes.diz ate o valor q o paciente pediu no processo,mas nao da da detalhes do q realmente aconteceu.claro q temos profissionais q nao fazem o tratamento correto,mas é um absurdo passar informaçao sem o minimo de responsabilidade,pq isso vai trazer muitas consequencias.
    como o paciente acima,q nao foi informado corretamente,q existem algumas tecnicas ortodonticas, onde o profissional lança mao de alguns procedimentos pra se chegar no resultado final.e nao é a tecnica em si,q vai fazer mal ao paciente.
    sao por reportagens assim,pois o paciente fica perdido no espaço,como esse acima.
    amigao,procure um profissional, especialista.converse com ele,garanto q o mesmo ira sanar suas duvidas e lhe explicar sobre o tratamento completo,que nao é somente “extrair,cerrar ou alinhar”.ortodontia é muito mais q isso.é uma ciencia.pena q estao jogando ela no lixo com reportagens como essa.
    abs

    Resposta
  • 17 de janeiro de 2012 em 18:12
    Permalink

    Larissa: você está certa em não ter feito com esses dentistas. Para chegar à conclusões sobre tratamentos deve-se fazer uma documentação completa da sua boca. Procure um dentista sério que você terá um tratamento correto.

    Dentistas: Sabem como devemos agir agora? Tem obrigação de fim? Então é mais caro. Pronto e resolvido. Fazer o paciente assinar contratos de prestação de serviços, assinar livro de presença ou ainda assinar pelas faltas que teve. Paciente sumiu e não voltou mais? Mande e-mail com cópia para você mesmo. Mande uma SMS e registre na ficha dele o dia e hora do SMS. Paciente deve assinar tudo. Procure um advogado para revisar seus contratos e ver se há cláusulas abusivas ou não (afinal entendemos de boca e não de burocracia).

    ? chato? Claro que é, mas o mundo atual nos obriga à trabalhar dessa maneira. Aumentem os preços, pois agora suas obrigações e responsabilidades estão muito maiores. Valorizem seu preço, seu tratamento. Chega de descontinho. Divida o valor do tratamento se necessário, tenha máquinas de cartão de crédito, mas cobre mesmo. Cobre caro, porque custa caro. Se a sociedade está aumentando nossa responsabilidade, é mais do que justo aumentarmos o preço, concordam?

    Resposta
  • 17 de janeiro de 2012 em 18:26
    Permalink

    Paciente senta na cadeira do dentista.” Assine Aqui… visto aqui…. assine este em duas vias … carimba aqui … assina embaixo e coloque seu endereço… isso, agora esta via é sua. Visto aqui, aqui e aqui. Ok. Me dáo carbono aí … visto aqui e nome completo com CPF. Certo, pode falar, qual é o seu problema?”

    Resposta
  • 17 de janeiro de 2012 em 18:57
    Permalink

    A reportagem foi um absurdo!!!! Alem de causar muitas duvidas nas pessoas que vao achar que podem ganhar 20 mil , esqueceram de falar sobre coloboracao do paciente, planos de tratamento e tecnicas , tempo de tratamento pra haver resultado , cada paciente com seu caso diferente do outro , recidivas , contencao adequada e por ai vai….

    Resposta
  • 17 de janeiro de 2012 em 20:42
    Permalink

    absurdo,como tudo na terra brasilsis…do judiciario, é piada esperar competencia…bom,basta ver a seguraça que temos nas ruas,e o medo das magistradas autoridades em serem investigadas sobre movimentação de enormes somas de dinheiro sem procedencia….Lincon ja dizia que o poder judiciario é a espinha dorsal de um país….sendo assim,somos no minimo minhocas verde amarelas…..acho que a partir da mais nova ignorancia do supremo,pode se dizer ao cidadão que se nescessitar de tratamento ortodontico ou odontologico qualquer,…ora,… procure o seu advogado,…junto com os juizes, com certeza, as otoridades saberão conduzir qualquer tratamento odontologico em sua grande sapiencia e poder….

    Resposta
  • 19 de janeiro de 2012 em 11:31
    Permalink

    Adorei o comentário do Luis Rodolfo! Aos queridos colegas Cirurgioes Dentistas:

    Você sabe o valor dos seus serviços. Não entre nessa que se o concorrente cobra barato, seu preço devera baixar! O serviço que ele presta deve ser condizente com o que ele cobra!
    Quem se sujeita a preços irrisórios é um desesperado. Faças as contas! Veja quantos atendimentos e quanto tempo da sua vida você esta dedicando para somar um mínimo necessário no final do mês.
    Valorize o seu trabalho,o seu tempo e a sua formação. Cobre o que é justo para você e para o seu paciente. Cobrando o justo você terá mais tempo de consulta, mais tranquilidade para o seu atendimento e uma maior confiança entre as partes. Suas chances de erro tambem serão menores. Saúde não se pechincha. Saúde não é matematica, nem mesmo é Ciencia Exata.
    Aproveite este começo de ano para rever a sua hora/clinica.
    Um abraço

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *