Mude suas palavras, mude seu mundo

Semana passada assisti a uma palestra sobre auto estima que, embora tenha sido dada por um colega de profissão (Dr. Mario Barros), não era fadada a motivação na Odontologia e sim em nossas vidas num contexto geral. Aprendemos que devemos dar valor a nós mesmo, pensar positivo, fazer coisas boas acontecerem e assim também receber o bom em troca.

Entre várias ideias positivistas que o palestrante nos ensinou, duas lições levei para casa. A primeira: ??Mude suas palavras, mude seu mundo? e um dos vídeos mostrados que memorizei foi este:

Depois disso, nos foram apresentadas duas versões bacanas da atual vida em 3D. A grande maioria se identifica com a primeira (e ruim delas), enquanto deveríamos buscar a segunda opção.

Ter assistido a tal palestra me deu um certo chacoalhão, ver que não adianta a gente reclamar de tudo e não tentar mudar ou ver o lado bom daquilo.

Fácil falar né? Muito. Fácil nos queixar do nosso fracasso, certo? Mas o que fazemos para isso mudar? Bem melhor reclamar que o paciente não veio, do que aproveitar aquele tempo para ler algo interessante, arrumar um prontuário bagunçado, ou cuidar de outros afazeres. Pô, mas a pessoa podia ter avisado. Concordo, mas não avisou e aí?

Compartilhe essa postagem com seus amigos
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Comente

Comentários

7 comentários em “Mude suas palavras, mude seu mundo

  • 15 de agosto de 2011 em 09:44
    Permalink

    Bora lá!!! Adorei a idéia.
    Acredito no poder das palavras.
    E dos pensamentos positivos.

    Resposta
  • 15 de agosto de 2011 em 18:07
    Permalink

    Vamos tentar, só li esse texto agora, mas hm eu já havia feito isso,,,,pac faltou, não reclamei, coloquei em ordem as fotos no meu computador….vamos ver como vai ser a semana….

    Resposta
  • 15 de agosto de 2011 em 20:50
    Permalink

    Também aceito o desafio!

    Quando ficamos reclamando de alguma situação, sofremos e deixamos o dia chato, estressante. Situações chatas são inevitáveis, sofrimento? ? opcional =D

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *