Bioarqueologia, a arte do dentista vidente

dentista videnteImagine a situação: o paciente entra no seu consultório, dá um sorriso e o dentista vê o seu dente e diz a ele detalhes sobre sua história de vida e prevê seu futuro. Pois é exatamente issoo que promete a Bioarqueologia, a arte do dentista vidente.

Segundo artigos publicados na revista Evolutionary Anthropology e posteriormente na Evolutionary Biology, estudos realizados com esqueletos pré-históricos mostram uma forte conexão entre os defeitos no esmalte dos dentes com a longevidade do indivíduo.

Esses mesmos estudos mostram que o esmalte dentário pode virar um sinalizador da saúde na infância e no útero. Como ele é secretado de forma regular, sendo disposto em forma de anéis, a partir dos segundo trimestre do desenvolvimento fetal, a presença de doenças infecciosas, traumas psicológicos e até mesmo a dieta pobre do indivíduo podem interromper sua produção, fazendo com que o esmalte apresente ranhuras ou irregularidades.

Compartilhe essa postagem com seus amigos
  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Comente

Comentários

4 comentários em “Bioarqueologia, a arte do dentista vidente

  • 27 de junho de 2011 em 09:37
    Permalink

    Isso não é o mesmo que biocibernéticabucal ?

    Resposta
    • 27 de junho de 2011 em 09:37
      Permalink

      Não … farei um post sobre biocibernética bucal essa semana ainda !!! 😀

      Resposta
  • 27 de junho de 2011 em 10:17
    Permalink

    Tem gente que vê na borra do café (Cafeomancia)?
    Nada mais justo que um ??viDENTE? observar o dente!!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *