18/04/2014

Tabela de Preços para Dentistas

panfleto dentistaQuase sempre que se vai discutir uma tabela de preços para dentistas praticarem, o papo descamba para a discórdia e não se chega a um denomindaor comum. Por natureza o dentista é um ser anti-social e quando se fala em dinheiro então, aí é que ele fica arredio.

É algo meio óbvio, que se deva analisar o mercado, pois é ele quem define como devemos cobrar de nossos pacientes, mas esse assunto é muito polêmico. Há quem defenda o uso de uma tabela fixa e única, semelhante à praticada por farmácias, onde há um limite até onde possa se cobrar. Outros porém, com muita propriedade na minha opinião, defendem que cada um sabe o que cobrar, pois cada um sabe quanto lhe custa aquilo e qual a margem de lucro que quer ganhar em cima.

Hoje, quando a dentista récem formada, a Dra. Juliana Souza, me mandou um e-mail perguntando se ela deveria usar como base para seus procedimentos essa tabela <– (clique nesse link pra ver a tabela e entender o resto do post) de valores de referência disponibilizada no site da ABO para praticar em seu consultório vi que seria necessário um post pra falar sobre isso.

Ao meu ver, tabelar procedimentos odontológicos é uma bizarrice sem tamanho. É antes de mais nada, uma burrice imensa. Como pode um dentista praticar o preço de R$ 1.205,75 por uma Prótese Total Caracterizada ??? Eu por exemplo morreria de fome se cobrasse isso aqui pois nenhum dos meus pacientes pagaria esse valor a não ser que eu fosse o único dentista da cidade. Da mesma maneira um profissional capacitado a fazer Cirurgia de Tumores Intra-Ósseos nunca deveria cobrar apenas R$ 188,40 por esse procedimento. E por aí vai.

Acho que quem inventa essas tabelas de preços pra dentistas deve ser algum colega aposentado que, sem ter mais o que fazer, acorda uma bela manhã afim de ferrar os pobres récem-formados inocentes que procuram tabelas no site de sua associação de classe. Espanta-me mais ainda o fato da ABO manter ainda essa tabela ativa pra download. Que entidade de classe é essa que ao invés de ajudar o profissional acaba o confundindo mais ???

O que peço é que você não se esqueça de avaliar sua concorrência. Não adianta cobrar 100 se a maioria dos seus vizinhos cobra de 10 a 20. Se esse for o caso, ou você repensa e recalcula seus valores (você pode estar gastando demais) ou você repensa o seu local de trabalho e vai para algum lugar onde possa cobrar o preço que acha justo para seu serviço.

Só o próprio dentista pode elaborar sua tabela de preços. Só ele sabe quanto lhe custa a hora clínica e principalmente, quanto lhe custou seu conhecimento até ali. Eu não aceito que alguém defina o quanto devo cobrar por um procedimento meu. Cada paciente é uma história. E um preço. :D

 

Sobre o Autor 

Fabrício Mendes é atleticano desde que nasceu em 1978, dentista desde 1999, blogueiro odontológico desde 2010 quando do interior de Minas Gerais (Ilicínea, pra ser mais exato) resolveu criar o Vida de Dentista.