Antibiótico faz mal para os dentes?


Adoantibiótico faz mal dentesro quando paciente vem com a desculpa que antibiótico faz mal para os dentes e por isso está cheio de cárie. Gosto ainda mais de ver a cara deles quando digo que esta medicação não tem este poder todo !!!

Maldade minha à parte, vamos lá: a resposta certa seria “depende a forma administrada”.

Há algum tempo a Tetraciclina, um antibiótico de largo espectro, era a medicação de escolha para quaisquer infecções. Com algum tempo de estudo notou-se que tomada durante a gestação podia ser teratogênico (ou seja, causava má formação óssea fetal) e manchava os dentes num tom amarelo/marrom (como na foto à esquerda). Depois disso, esta medicação passou a ser ??proibida? para gestantes. Mas nada que diga respeito a um aumento no índice de cárie, fique claro.

Os antibióticos de escolha atuais, como a Amoxicilina, não tem mais este efeito: não mancham dentes, ou causam problemas com o feto. Porém os maiores usuários de xaropes a base de antibióticos são crianças, que têm aversão a remédio de gosto ruim. A indústria farmacêutica por sua vez enche os xaropes de açúcar. E aí ??? Ligou os pontinhos ??? 😀

Quem causa cárie é o açúcar presente nos xaropes e que fica impregnado nos dentes após a ingestão; antibióticos em cápsulas ou comprimidos não causam cárie. Portanto, o antibiótico em si não causa nenhum problema aos dentes.

Meu conselho é: depois de tomar xarope, corra e escove os dentes !!! Na impossibilidade de fazer isso, dê um copo cheio de água por cima da medicação para diluir o açúcar do xarope. e paremos de dizer que antibiótico estraga os dentes. 😀

Dica do meu brother Ricardo Dentista

Compartilhe essa postagem com seus amigos
  • 1.2K
  • 34
  •  
  •  
  • 1
  •  
  •  

Comente

Comentários


26 comentários em “Antibiótico faz mal para os dentes?

  • 28 de abril de 2011 em 10:33
    Permalink

    vale ressaltar que o uso exagerado (as vezes por necessidade mesmo) de antibióticos, ou associações de medicamentos, podem provocar xerostomia, o que favorece e muito o aparecimento de cáries. Logo, até os comprimidos e cápsulas podem ter uma parcelinha de culpa sim.

    Resposta
  • 28 de abril de 2011 em 14:10
    Permalink

    Mas e essa foto? O dente preto desta forma é causado pq então? /medo
    Desculpem a curiosidade, mas é que trabalho numa editora que publica livros e revistas odontológicas e desde que entrei aqui tenho me interessado bastante por odontologia, estética principalmente! hehehe

    Se tiverem interesse, trabalho na Revista clínica, fone pra contato 0800-7044-018
    Pra conhecer melhor a revista… http://www.revistaclinica.com.br

    Abraço

    Resposta
    • 28 de abril de 2011 em 17:59
      Permalink

      Oi Artur!

      Obrigada por sua pergunta: acabei até corrigindo o texto, às vezes esqueço que o VDD é acessado também por não-dentistas!

      O dente escuro da foto é devido ao manchamento por Tetraciclina, num dos graus máximo que pode chegar o dente da criança quando a mulher toma este antibiótico durante a gestação.

      Veja bem: se você tomar o tal antibiótico você não sofre o risco de ter o dente manchado desta foram, pois eles já estão formados e em função (mastigando, falando, sorrindo). O manchamento se dá enquanto o dente está sendo formado!

      Outras dúvidas estamos aqui 😀

      Resposta
  • 30 de novembro de 2011 em 21:13
    Permalink

    Olá!!!
    estou usando roacutan,tive uma inflamação na gengiva,tomei Diclofenaco sódico e meus dentes ficaram escuros superficialmente,como se tivesse mastigado carvão.Será que foi o diclofenaco que causou isto ou o roacutan,ou os dois enm conjunto?(obs:minha gengiva inchou depois que passei tomar o roacutan,e ainda por cima meus dentes doem muito).Me respondam o que pode ser…
    Obrigada.

    Resposta
  • 23 de outubro de 2012 em 11:20
    Permalink

    Cheguei ao blog por meio de outro post, mas o título desse me chamou a atenção e resolvi ler. Vou arriscar uma pequena contribuição…

    Já existem evidências (ainda não conclusivas, até onde sei) de que a amoxilina realmente provoca problemas de formação nos dentes, especialmente em molares permanentes. Como é um antibiótico extremamente comum e receitado pelos pediatras, o potencial para problemas é imenso.

    Não foram raros os casos de molares mal formados que já encontrei em minha prática clínica. Não sou odontopediatra, mas trabalhei por anos em uma clínica de odontopediatria e volta e meia tinha que reconstruir dentes (exatamente com as características relatadas nos artigos abaixo). Vale ressaltar que eram molares amplamente destruídos em pacientes que encontravam-se em programas de prevenção e que não apresentavam qualquer outra lesão de cárie em boca. Em outras palavras, ficava claro que não eram indivíduos com alto risco à cárie, mas que apresentavam uma ou duas lesões amplas.

    Abraços,
    Tiago Spezia de Melo
    Especialista, mestre e doutor em Dentística

    Algumas referências. Caso tenha interesse, tenho os artigos completos:
    1. Elfrink MEC, Cate ten JM, Jaddoe VWV, Hofman A, Moll HA, Veerkamp JSJ. Deciduous molar hypomineralization and molar incisor hypomineralization. J Dent Res. 2012 Jun;91(6):551??5.
    2. Fagrell TG, Dietz W, Jälevik B, Norén JG. Chemical, mechanical and morphological properties of hypomineralized enamel of permanent first molars. Acta Odontol Scand. 2010 Jul;68(4):215??22.
    3. Farah RA, Monk BC, Swain MV, Drummond BK. Protein content of molar-incisor hypomineralisation enamel. J Dent. 2010 Jul;38(7):591??6.
    4. Phipps KR. No evidence to support the claim that amoxicillin causes molar-incisor hypomineralization. J Evid Based Dent Pract. 2010 Jun;10(2):112??4.
    5. Chan YL, Chan YL, Ngan AHW, Ngan AHW, King NM, King NM. Degraded prism sheaths in the transition region of hypomineralized teeth. J Dent. 2010 Mar;38(3):237??44.
    6. Laisi S, Ess A, Sahlberg C, Arvio P, Lukinmaa P-L, Alaluusua S. Amoxicillin may cause molar incisor hypomineralization. J Dent Res. 2009 Feb 1;88(2):132??6.
    7. Mathu-Muju K, Wright JT. Diagnosis and treatment of molar incisor hypomineralization. Compendium. 2006 Nov 1;27(11):604??10.

    Resposta
    • 23 de outubro de 2012 em 11:26
      Permalink

      Tiago!!!!!!

      Que lindo comentário e elucidação para nós, colegas, sobre antibiótico X odontopediatria.

      Você poderia me mandar os artigos para eu ler? manda para o vidadedentista@gmail.com que o Fabrício me reenvia.

      Obrigada

      Resposta
      • 5 de janeiro de 2013 em 08:09
        Permalink

        Olá Gisele,

        Me desculpe a demora para responder, mas não tinha visto sua resposta até hoje.
        Já vou enviar os artigos para o email que vc mencionou.

        Abraços!
        Tiago

        Resposta
        • 5 de janeiro de 2013 em 08:18
          Permalink

          Artigos enviados!

          Resposta
    • 26 de agosto de 2016 em 13:47
      Permalink

      Está é a minha dúvida, meu filho tem um dos molares completamente danificado, vai ter que fazer a extração, e os cuidados com ele foram os mesmos do meu outro filho que tem 20 anos, e esse meu filho não teve e não tem nenhuma cárie, o mais novo que desde cedo sofreu com cáries, nasceu prematuro teve que tomar vários medicamentos, teve otite, tomou vários antibióticos…Será que é por causa disso???
      Um dentista me falou que não, mas sempre tive cuidado.

      Resposta
      • 13 de setembro de 2016 em 15:11
        Permalink

        Cláudia, fique assim não. Não há fundamento, como você leu. Obrigado por seu comentário.

        Resposta
  • 22 de março de 2013 em 15:34
    Permalink

    Obrigado a todos pelas dicas! Muito bom o texto e seguido de bons comentários.

    Resposta
  • 22 de março de 2013 em 16:48
    Permalink

    Olá, Fabrício.
    Parabéns pelo artigo, está escrito de uma maneira bem simples e extremamente didático.
    Assim como você, adoro quando as mães chegam colocando a culpa no antibiótico e me agrada mais ainda quando “desminto” a versão! No entando, observei que diversas vezes você usa a palavra “cáries”, que ao contrário do que prega a propaganda da Colgate (“Vamos salvar o mundo das cáries”) não tem plural. O correto é CÁRIE, simples assim.
    Desde que entrei no mestrado, sempre há em seminários ou até mesmo em defesas de títulos profissionais que usam o nome da doença no plural e aprendi com um professor excelente (Prof. Dr. Paulo Nelson Filho da FORP/USP) que é errado. Ele sempre usa o exemplo de que o paciente não tem “pneumonias, nem cataporas e nem cáries. Ele tem pneumonia, catapora e cárie”!
    Alguns dicionários online até apresentam a palavra no plural, porém é incorreto. Acho que vale corrigir. Grande abraço!

    Resposta
  • 22 de março de 2013 em 21:56
    Permalink

    Mas gente, a criança toma o xarope, jogando lá em cima, 14 dias, umas 2 ou tres vezes ao dia conforme a prescrição. Vocês acham que isso vai ser suficiente pra causar cáries, mesmo considerando o alto teor de açúcar? Tá, o processo de cavitação com um biofilme BEEEEM carregado pode levar menos de três semanas…mas não seria esta a justificativa!

    Lembro de alguém me dizer que criança doente é criança mimada! Não escova dentes, só toma danoninho e chupa pirulito durante todo o período desta "condição"…resumindo: desleixo com a alimentação e higiene da criança!

    Resposta
  • 23 de março de 2013 em 13:50
    Permalink

    Se isso acontece ou não, não sei…. o fato é que faço escovações diárias no meu filho de 3 anos ( e muito bem feitas) portanto, notei que sempre que ele toma antibiótico o dente dele fica com placas amarelas.. depois de um bom tempo some… mas isso ocorre sempre quando começa as ministrações dos antibióticos…

    Resposta
  • 23 de março de 2013 em 15:10
    Permalink

    E ainda, as mães vendo seus filhos "amoadinhos" descuidam the alimentação mais saudável no sentido de agradarem as crianças permitindo que comam maiores quantidades de açúcar, como balas, chocolates, bolos e alimentos desse tipo…

    Resposta
  • 19 de agosto de 2015 em 13:41
    Permalink

    Minha dermatologista passou para mim um antibiótico quando a consultei devido a minha acne. Estou usando o NEO DOXICILIN da NEO QUÍMICA, tem algum problema em relação aos dentes?

    Resposta
  • 8 de janeiro de 2016 em 18:37
    Permalink

    Crianças que são tratadas com o antibiótico amoxicilina correm mais risco de ter problemas dentários durante a vida, indica um estudo da Universidade de Iowa, publicado no Archives of Pediatrics and Adolescent Medicine.

    De acordo com os condutores da pesquisa, a droga parece estar ligada à danificação permanentes de dentes, que podem ir de sutis pontos brancos a pequenas cavidades e manchas marrons.

    A amoxicilina é um dos antibióticos mais utilizados em crianças, para combater problemas como infecções de ouvido intermediárias.
    Essa matéria saiu na revista Odonto Press de 29/09/2009

    Resposta
  • 16 de dezembro de 2016 em 09:47
    Permalink

    Meu filho tem apenas 10 meses e devido o açúcar do antibiótico que ele tomou muito os dentes deles apenas os quatro que tem está começando a ficar escuro… O que devo fazer?

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *