Se apaixone pela Odontologia

Todo mundo que escolheu na vida se formar em Odontologia (ou em qualquer outro curso longo e dispendioso como a Odonto)  teve vez ou outra a sensação de estar se “casando” com aquele diploma. E é exatamente isso que aconteceu.

Porém, assim como nos casamentos entre pessoas, o casamento entre pessoas e suas profissões também perdeu um pouco da sua importância, devido à incrível facilidade com que o sujeito hoje em dia tem de, na primeira adversidade, se “divorciar” de sua profissão e logo ali na esquina arranjar outra.

Mas o que faria um dentista, que gastou uma pequena fortuna na sua graduação, jogar tudo pro alto e abandonar a alta-rotação ???  A resposta é simples … é o mesmo que leva uma pessoa a abandonar seu cônjuge e trocá-lo por outro: FALTA DE AMOR.

Eu mesmo confesso, já por algumas vezes, cheguei a pensar em largar tudo. Motivos não faltaram. Tentações então nem se fala. Ver aquele seu colega que nunca estudou na vida ganhando mais que você num trabalho com menor carga horária, direito a férias e 13º salário além de plano de saúde, vale alimentação e outras regalias frustra qualquer dentista. Mas assim como no casamento real, a gente tem sempre que pensar muito, pesando todos os prós e os contras, antes de dar um passo gigantesco como o de romper com a nossa amada, no caso, a Odontologia.

Hoje vejo que tomei a decisão certa, não só por tudo que a odontologia me proporcionou, mas também, por tudo que ela ainda pode proporcionar. Já me re-apaixonei pela Odontologia algumas vezes, e sei que você que está me lendo agora, desanimado com a profissão, também pode. Dê essa chance a ela. Se apaixone pela Odontologia. Não a abandone por causa de uma pedra no caminho. Você, e a Odonto, ainda tem muito chão pela frente, e muitas histórias para viver e contar. Estrada essa banhada com algumas lágrimas mas infinitamente repleta de sorrisos. 😀

Compartilhe essa postagem com seus amigos
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Comente

Comentários

15 comentários em “Se apaixone pela Odontologia

  • 22 de novembro de 2010 a 16:47
    Permalink

    LINDO !!!!!!!!

    OBRIGADA !!!!

    Responder
  • 22 de novembro de 2010 a 17:05
    Permalink

    Tá aí! Confesso que vira e mexe fico tentado a pedir o divórcio! Mas não, ainda não… Vai que é só a crise dos 8 anos? 😛

    Sucesso, doc!

    Responder
  • 22 de novembro de 2010 a 17:53
    Permalink

    Eu já estou aposentado, mas confesso que continuo apaixonado pela odontologia, ou melhor dizendo, pela Saúde Bucal Coletiva, área à qual me dediquei por 30 anos e mesmo não exercendo mais a profissão, ainda me mantenho ligado, graças a um trabalho como professor de Cursos de formação para Técnico em Saúde Bucal e Auxiliar em Saúde Bucal, para cujos alunos procuro repassar a minha experiência adquirida nos 40 anos de exercício da odontologia.Além disso a manutenção de um Blog e a participação em sites e blogs de odontologia me mantém conectado com o mundo do sorriso saudável. Aos seguidores deste blog divulgo aqui o meu Blog: http://www.franselmo.blogspot.com/

    Responder
  • 23 de novembro de 2010 a 00:37
    Permalink

    Eu não me imagino fazendo outra coisa. ADOOORO o que faço. Nada supera profissionalmente uma emergência e o paciente sai sem dor. Ou um provisório de 11 na vespera do casamento da filha. Ganhar melhor não seria mal, mas se continuar assim ta bom.

    Responder
  • 31 de março de 2011 a 17:07
    Permalink

    Adoreeeeei seu texto! ? isso mesmo! Grd bj.

    Responder
  • 17 de junho de 2012 a 00:14
    Permalink

    O texto até que é legal… mas não paga as contas no final do mês!
    Eu até que gosto da odontologia ( a gente se diverte ÁS VEZES)… mas neste casamento só o dentista é *&%$#@. Além do mais o nosso Conselho de Classe não sabe fazer nada de ?TIL por nós, além de mandar suas cobranças e multas.
    Enfim… estou mesmo é ansioso pelo dia do meu divórcio com a profissão. Vamos ser sinceros (EU DISSE SINCEROS): Ser dentista hoje em dia é cair no conto do vigário! Uma boa faxineira ganha mais que um dentista! Um vendedor de água de coco ganha mais. Até um camelô ganha mais que um dentista…

    Responder
    • 10 de setembro de 2012 a 19:26
      Permalink

      Mathews, eu concordo plenamente com vc…Novembro faz um ano que me divorciei da Odontologia…Infelizmente, como foi falado pelo nosso colega Fabrício, é um curso caro, meus pais gastaram mto, mas eles viram que, no fundo no fundo, estava mto complicado…Um abraço

      Responder
  • 14 de setembro de 2012 a 21:04
    Permalink

    quando li esse artigo me passou várias coisas na cabeça.. esse é meu sonho e se Deus permirtir daqui 5 anos serei uma dentista ….

    Responder
  • 20 de fevereiro de 2014 a 19:15
    Permalink

    Texto motivante, pra quem antes mesmo de começar ja é apaixonada aqui! rs

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *