Se apaixone pela Odontologia

Todo mundo que escolheu na vida se formar em Odontologia (ou em qualquer outro curso longo e dispendioso como a Odonto)  teve vez ou outra a sensação de estar se “casando” com aquele diploma. E é exatamente isso que aconteceu.

Porém, assim como nos casamentos entre pessoas, o casamento entre pessoas e suas profissões também perdeu um pouco da sua importância, devido à incrível facilidade com que o sujeito hoje em dia tem de, na primeira adversidade, se “divorciar” de sua profissão e logo ali na esquina arranjar outra.

Mas o que faria um dentista, que gastou uma pequena fortuna na sua graduação, jogar tudo pro alto e abandonar a alta-rotação ???  A resposta é simples … é o mesmo que leva uma pessoa a abandonar seu cônjuge e trocá-lo por outro: FALTA DE AMOR.

Compartilhe essa postagem com seus amigos
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Comente

Comentários

15 comentários em “Se apaixone pela Odontologia

  • 22 de novembro de 2010 em 16:47
    Permalink

    LINDO !!!!!!!!

    OBRIGADA !!!!

    Resposta
  • 22 de novembro de 2010 em 17:05
    Permalink

    Tá aí! Confesso que vira e mexe fico tentado a pedir o divórcio! Mas não, ainda não… Vai que é só a crise dos 8 anos? 😛

    Sucesso, doc!

    Resposta
  • 22 de novembro de 2010 em 17:53
    Permalink

    Eu já estou aposentado, mas confesso que continuo apaixonado pela odontologia, ou melhor dizendo, pela Saúde Bucal Coletiva, área à qual me dediquei por 30 anos e mesmo não exercendo mais a profissão, ainda me mantenho ligado, graças a um trabalho como professor de Cursos de formação para Técnico em Saúde Bucal e Auxiliar em Saúde Bucal, para cujos alunos procuro repassar a minha experiência adquirida nos 40 anos de exercício da odontologia.Além disso a manutenção de um Blog e a participação em sites e blogs de odontologia me mantém conectado com o mundo do sorriso saudável. Aos seguidores deste blog divulgo aqui o meu Blog: http://www.franselmo.blogspot.com/

    Resposta
  • 23 de novembro de 2010 em 00:37
    Permalink

    Eu não me imagino fazendo outra coisa. ADOOORO o que faço. Nada supera profissionalmente uma emergência e o paciente sai sem dor. Ou um provisório de 11 na vespera do casamento da filha. Ganhar melhor não seria mal, mas se continuar assim ta bom.

    Resposta
  • 31 de março de 2011 em 17:07
    Permalink

    Adoreeeeei seu texto! ? isso mesmo! Grd bj.

    Resposta
  • 17 de junho de 2012 em 00:14
    Permalink

    O texto até que é legal… mas não paga as contas no final do mês!
    Eu até que gosto da odontologia ( a gente se diverte ÁS VEZES)… mas neste casamento só o dentista é *&%$#@. Além do mais o nosso Conselho de Classe não sabe fazer nada de ?TIL por nós, além de mandar suas cobranças e multas.
    Enfim… estou mesmo é ansioso pelo dia do meu divórcio com a profissão. Vamos ser sinceros (EU DISSE SINCEROS): Ser dentista hoje em dia é cair no conto do vigário! Uma boa faxineira ganha mais que um dentista! Um vendedor de água de coco ganha mais. Até um camelô ganha mais que um dentista…

    Resposta
    • 10 de setembro de 2012 em 19:26
      Permalink

      Mathews, eu concordo plenamente com vc…Novembro faz um ano que me divorciei da Odontologia…Infelizmente, como foi falado pelo nosso colega Fabrício, é um curso caro, meus pais gastaram mto, mas eles viram que, no fundo no fundo, estava mto complicado…Um abraço

      Resposta
  • 14 de setembro de 2012 em 21:04
    Permalink

    quando li esse artigo me passou várias coisas na cabeça.. esse é meu sonho e se Deus permirtir daqui 5 anos serei uma dentista ….

    Resposta
  • 20 de fevereiro de 2014 em 19:15
    Permalink

    Texto motivante, pra quem antes mesmo de começar ja é apaixonada aqui! rs

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *