Raio X de dentista faz mal ???


Siso … com “S” =P

Muita gente pergunta consultório se Raio X de dentista faz mal. A minha resposta é que não só raio X … mas tudo na vida, em excesso, faz mal !!! Porém a radiação emitida pelos aparelhos odontológicos é muito pequena para causar danos ao paciente, que se submete a ela vez ou outra. Já para o dentista, que está presente em todas, é necessário uma proteção especial, para evitar o efeito cumulativo de anos radiografando pacientes.

O dentista geralmente se protege atrás de uma parece baritada ou de um biombo de chumbo. Mas não é porque o paciente recebe pouca radiação que eu não deva o proteger. O uso de coletes e protetores de tireóide de chumbo conhecidos como “Vestimenta Plumblífera” é OBRIGAT?RIO no paciente. Esta vestimenta deve estar presente em todos os consultórios e clinicas radiológicas e devem ser colocadas nos pacientes antes das tomadas radiográficas.

Muitas grávidas tem dúvidas quanto à segurança em se fazer radiografias durante a gestação. E quanto a isso vocês podem tranquilizá-las. A maioria dos exames de raio X com finalidade diagnóstica, como o do dentista, não expõe o feto a níveis elevados de radiação para que haja conseqüências negativas. Embora os riscos ligados a radiografias diagnósticas sejam baixos, recomenda-se que as gestantes adiem mesmo assim exames não-urgentes para depois do parto.

E se querem um conselho do dentista aqui aí vai : “A não ser em caso de necessidade extrema (onde mesmo assim você deverá pegar uma autorização por escrito da própria), não radiografe gestantes. Mesmos as mães mais esclarecidas, irão se virar contra vocês como leoas indomáveis caso a cria nasça com uma simples unha encravada.”

E para moçada que ainda não tem filhos e pode estar estranhando a analogia, não se preocupem. Quando vocês forem pais ou mães entenderão bem a LEI DA SELVA !!! 😀

Esse post é uma homenagem do blog Vida de Dentista ao físico alemão Wilhelm Conrad Röntgen, que em 8 de novembro de 1895 descobriu o Raio X, que tanto nos auxilia hoje no consultório.

Compartilhe essa postagem com seus amigos
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Comente

Comentários


13 comentários em “Raio X de dentista faz mal ???

  • 8 de novembro de 2010 em 19:42
    Permalink

    "O dentista geralmente se protege atrás de uma parece baritada ou de um biombo de chumbo."

    Jura???? melhor eu fazer um psa…rs

    Vale lembrar que radigrafia é um exame complementar.

    Resposta
  • 9 de novembro de 2010 em 00:14
    Permalink

    Serve atras de uma parede de tijolos?
    A radiação de fuga é pequena nos aparelhos modernos e a exposição é de fração de segundo, mas vale lembrar que Röntgen morreu de cancer assim como sua senhora.

    Resposta
  • 9 de novembro de 2010 em 14:12
    Permalink

    Viva Röntgen! O que seria de nós dentistas se ele não tive exposto tantas vezes a mão de sua esposa ao então descoberto Raio X?!

    Resposta
  • 4 de abril de 2011 em 10:01
    Permalink

    Estou fazendo implante de cinco dentes, no segundo dente, já recebi 12 radiações. Estou preocupado com aquantidade de rx, sei não, acho muito mesmo que seja baixo a radiação.

    Resposta
  • 25 de julho de 2012 em 22:50
    Permalink

    nossa eu fiz essa radiografia dos dentes mais não usei nada de proteção,reparei mesmo que eles se escondem atras da parede mais eu fiquei exposto tomara que fique tudo bem rsrs.

    Resposta
  • 27 de outubro de 2012 em 19:08
    Permalink

    E para os consultórios que não possuem parede chumbada ou baritada, é possível que o profissional no caso o dentista trabalhe com segurança ultilizando o aparelho de rx?

    Resposta
    • 8 de dezembro de 2014 em 12:57
      Permalink

      A intensidade da radiaçao X diminui com o inverso do quadrado da distancia. ou seja uma distancia de 2 metros fará que a intensidade caia para um quarto da original.1/2²=1/4

      Resposta
  • 3 de novembro de 2012 em 09:49
    Permalink

    Plano odontológico é condenado por exigir raio-X para tratar cárie
    01 de novembro de 2012
    Talita Bedinelli
    OdontoPrev foi acusada de obrigar dentista a pedir exame aos pacientes sem necessidade
    A radiografia seria um pré-requisito para que o profissional pudesse receber; operadora nega prática
    A maior operadora de saúde suplementar da área odontológica foi punida pelo Conselho Federal de Odontologia sob acusação de exigir que dentistas enviem radiografias para comprovar que fizeram tratamentos nos pacientes.
    A exigência seria da OdontoPrev, com 5,4 milhões de beneficiários no país (31% dos usuários de planos odontológicos). De acordo com o processo do conselho, o pedido abrange até situações em que o raio-X não é necessário para o tratamento, como restaurações em casos de cáries.
    A operadora nega a obrigatoriedade, diz que o raio-X pode ser substituído por foto e recorreu na Justiça.
    A empresa já havia sido condenada pelo Conselho Regional de Odontologia de São Paulo neste ano, que afirmou que ela exigia “radiografias de forma indiscriminada, expondo os pacientes ao risco desnecessário de radiação”.
    A exposição em excesso à radiação pode causar câncer, dizem especialistas.
    A OdontoPrev recorreu da decisão ao Conselho Federal e, no mês passado, o órgão decidiu não acatar o recurso.
    Ela foi condenada à censura pública -uma nota foi publicada em jornais de grande circulação ontem- e a cinco multas de R$ 8.500 cada uma (valor máximo permitido pelo conselho), para a operadora e quatro dentistas diretores da empresa.
    EXPOSI??O
    Segundo a decisão do Conselho Regional, “para receber seus honorários, o cirurgião-dentista credenciado à operadora denunciada tem o dever de provar e comprovar os procedimentos realizados”.
    A exposição “indiscriminada” à radiação é proibida por resolução do Conselho Federal de Odontologia.
    A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária)proíbe exposição à radiação “para fins periciais, exceto quando as informações a serem obtidas sejam úteis à saúde do indivíduo examinado”.
    “Não se deve fazer radiografia nenhuma para fins administrativos”, afirma Vania Fontanella, presidente da Associação Brasileira de Radiologia Odontológica.
    “Quando se faz um tratamento de canal, é comum fazer uma radiografia ao final do tratamento para verificar se ele foi adequado. Mas ao se extrair um dente do siso, se ele saiu inteiro e foi um procedimento simples, não há necessidade do raio-X. Não se pode obrigar o dentista a fazer.”

    Resposta
  • 6 de janeiro de 2014 em 11:53
    Permalink

    Sim Fabiana, basta que o dentista / auxiliar se retire da sala durante o disparo do feixe de Raios X. Na verdade, se ele se afastar uns 2 metros já é suficiente, mas se dá pra sair, pra quê ficar lá dentro, né?! 😉

    Resposta
  • 16 de junho de 2015 em 12:07
    Permalink

    duvida,,,,,,,,,,quais são o tamanhos dos cristais de prata,a quantidade de radiação e a nitidez da i magem

    Resposta
  • 5 de agosto de 2015 em 22:01
    Permalink

    Sou auxiliar de dentista faz três anos já, é praticamente tomo radiação todos os dias, pelo menos uma vez no dia, e que com o corre corre da clínica acabo não me protegendo, sei que estou errada!! Mas será que me lasquei nesses três anos? Vou fazer o máximo pra me proteger todas as vezes!!!!

    Resposta
  • 29 de outubro de 2015 em 09:46
    Permalink

    Olá, eu trabalho em um consultório odontológico ah uns 8 meses. E sempre que o dentista vai fazer uma tomada radiográfica ele não gosta que eu saia da sala. Quais os malefícios que estou correndo?

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *