Home » Creme Dental » A história do creme dental

A história do creme dental

creme dental

Pesquisando sobre assuntos para o blog surgiram algumas dúvidas: Quando é que os cremes dentais passaram a fazer parte da vida da população ??? Qual a história do creme dental ???

Fuça daqui, fuça de lá, acabei descobrindo alguns detalhes interessantes. Vamos a eles:

A mais antiga referência conhecida a um creme dental está em manuscrito do antigo Egito, datado do século IV a.C., que citava uma mistura de sal, pimenta, folhas de menta e flores de íris que era utilizada para limpar os dentes. Outras muitas antigas fórmulas de dentifrício eram baseadas em urina. (Ânsia de vômito DETECTED).

No início do século XIX, a escovação era normalmente feita apenas com água, mas misturas para higiene dentária logo ganharam popularidade. A maioria destes eram de produção caseira, e os ingredientes mais comuns eram giz, tijolo pulverizado e sal. Uma enciclopédia datada de 1866 chegou inclusive a recomendar carvão pulverizado como método de limpeza de dentes e dizia ainda que muitas das misturas comerciais da época faziam mais mal do que bem.

creme dental
Primeiro reconhecido como eficaz

Até que então, em 1955,  foi lançado nos EUA pela P&G o creme dental Crest, que veio a se tornar o mais popular dos cremes dentais e líder de mercado no ano de 1961.

Crest foi o primeiro creme dental com flúor a ser reconhecido clinicamente como eficaz na prevenção de cáries e, por isso, aclamado como uma das maiores conquistas científicas desde então. Em agosto de 1960, após extensivos testes de laboratório, recebeu o endosso da ADA – Associação Dental Norte-Americana, como “dentifrício eficaz na prevenção de cáries e deterioração dos dentes”.

O selo da ADA significa que Crest é eficaz na prevenção das cáries, desde que utilizado como parte de um consciente programa de higiene bucal, incluindo visitas regulares ao dentista. É até hoje vendido. Se você quiser, pode comprar aqui.

E desde então, o que mais se vê por aí são cremes dentais que prometem mundos e fundos, ou com sabores mirabolantes, visando única e exclusivamente cativar público e se firmar no mercado. Mercado esse, que aliás, movimenta milhões e milhões de dólares.

Qual o melhor ??? Bom … apesar de já ter falado sobre isso, acho que quem tem que decidir é você. Compre qualquer um !!! A maioria hoje em dia tem selo de avaliação do Inmetro e portanto, apresentam todos os requisitos mínimos para ajudarem na sua busca pela saúde bucal.

O mais importante é escovar sempre !!!  :D

Sobre: Fabricio F. Mendes .'.

Fabrício Figueiredo Mendes é atleticano desde que nasceu em 1978, dentista desde 1999, marido desde 2005, pai desde 2008 e blogueiro odontológico desde 2010 quando de Ilicínea, no sul de Minas Gerais, resolveu criar o Vida de Dentista.

Artigos relacionados