O Balde de Dentaduras

balde dentaduras

Hoje tô meio saudosista. Lembrando muito de pessoas que passaram na minha vida e que fizeram realmente diferença.

E uma delas, talvez a mais marcante, é o meu vô João Dete. Ele, que foi morar com Deus em Março de 2008 ainda é personagem vivo de muitas das minhas melhores lembranças.

Eu gostava de chegar na casa dele e sentar na poltrona de frente a dele, e ali passávamos horas conversando, e ele, contando seus casos de quando era moço. Um deles, que me lembro bem, é o de como é que ele perdeu todos os dentes e teve que colocar dentadura superior.

Compartilhe essa postagem com seus amigos
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Comente

Comentários

2 comentários em “O Balde de Dentaduras

  • 27 de outubro de 2010 em 01:02
    Permalink

    Lindo isso, adorei. Ah, família é uma coisa tão gostosa (pra quem convive bem com a sua, e claro!)

    Isso me fez lembrar dos meus 2 vôs tb.
    Um deles eu nao lembro mt pq qdo ele morreu ei tinha 4 anos, mas o outro morreu qdo eu já era mais velha, uns 9 ou 10 anos…
    Morro de saudade dos 2!!!

    Resposta
  • 27 de outubro de 2010 em 17:55
    Permalink

    é galo,,,,meu avozinho sempre contava historia pra mim tbem……saudade

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *