Vale a pena para os dentistas atender a convênios ???

  

Ontem, esse assunto rendeu no twitter. Depois que eu fiz uma colocação, sobre o fato de não atender a convênios, muitos dentistas se revoltaram, e acharam a minha postura esnobe. Perdi uma meia dúzia de followers e de minutos, numa discussão besta, que poderia ter sido perfeitamente evitada, se o diálogo fosse estabelecido antes de começarem a artilharia contra mim.

Talvez a TPM de algumas seguidoras tenha motivado os ataques. Talvez não. Mas o que importa é que o ponto crucial e que motivou toda a discussão, na verdade, não foi tratado. Vale a pena atender a convênios ???

A resposta é uma só: DEPENDE

Depende de qual convênio (os mais conhecidos convênios odontológicos são o odontoprev, o bradesco, o amil, o porto seguro e a uniodonto) , de quanto pagam, de qual o volume de pacientes ele vai te levar, de quanto vale a pena destinar seus horários, que poderiam ser ocupados por pacientes particulares, para dar lugar a conveniados. Ou seja, cada caso é um caso.

Não concordo nem com os defensores ferrenhos dos convênios e muito menos com quem os detesta. Cada um sabe onde aperta o calo, e ninguém tem o direito de julgar, quando a decisão é tão individual quanto essa.

Compartilhe essa postagem com seus amigos
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Comente

Comentários

25 comentários em “Vale a pena para os dentistas atender a convênios ???

  • 25 de setembro de 2010 em 14:40
    Permalink

    Eu particularmente venho me decepcionando cada vez mais com convênios. Tenho 2 convênios grandes, e a burocracia realmente enche o saco. Depois de ficar duas noites até tarde no consultório colocando tudo na ponta do papel, tem alguns procedimentos que não faço mais por convênio, só particular. E os pacientes vem aceitando bem isso.

    Eu infelizmente dependo de convênios ainda pra tornar o consultório conhecido, é o que me dá rotatividade. O que é bom é que os pacientes de convênio sempre acabam indicando os amigos que não tem convênio, no fim "compensa".

    Como você disse, tem que ficar ligado na hora de sair fora. Espero que em 5 anos de consultório não precise mais. Em Passo Fundo tem 3 faculdades de odontologia, e cada vez que eu vejo um aluninho esnobe de branco me dá uma pena… depois tão lá, se matando na cooperativa-convênio que não citarei nome 😉

    Resposta
  • 25 de setembro de 2010 em 15:32
    Permalink

    Não atendo convênio de jeito nenhum. A maioria das consultas com meus paciente não dura menos que 40 minutos, afinal meu paciente é gente e não só uma boca para eu realizar o procedimento e tchau ele quer atenção, às vezes só conversar e ir embora e como sabemos nós dentistas SEMPRE acabamos sendo um ouvinte psicólogo. Fora o fato de que eu teria que abaixar a qualidade de meus materiais e isso eu não abro mão, desde o começo do meu consultório eu firmei que não iria atender aos convenios, fui subindo degrau por degrau no inicio 1 paciente por dia depois 3 e hoje entro no meu consultório as 9:00 da manhã e saiu muitas vezes ás 21:00, ainda bem que desse MAU eu não sofro, pois sinceramente os conv?nios querem fazer da odontologia uma profissão sem valor onde o paciente paga a micharia de uma mensalidade de R$30,00 , isso é um absurdo porque quem faz odontologia de verdade sabe que esse valor é ridiculo para quem aceita e prática essa PROSTITUI??O da profissão trabalha por quantidade e não a qualidade .

    Resposta
  • 25 de setembro de 2010 em 16:29
    Permalink

    para mim convenio tem sido um mal necessário! sou recem formada, não tenho muitos pacientes particulares, então o convenio acabou dando uma ajuda legal para encher a agenda… porem, assim q possivel, tb pretendo abandonar assim q possivel

    Resposta
  • 25 de setembro de 2010 em 18:25
    Permalink

    Gostei do post… Uso de boas palavras, educado, não pretencioso, mas com algumas alfinetadas.
    Convênio ou particular, não importa. Cada um sabe da necessidade que tem e se vira como dá pra supri-las.
    O grande lance é fazer um trabalho bem feito.
    Conheço mto dentista renomado que faz MERDA na boca do paciente e bate no peito dizendo ser foda…
    O foco é: paciente de convênio ou não, é ele o indicador do seu sucesso profissional (ou não).

    Resposta
    • 23 de abril de 2013 em 21:19
      Permalink

      Boa, gostei do seu comentário, vc atende aonde?

      Resposta
  • 25 de setembro de 2010 em 18:33
    Permalink

    Só assim mesmo pra você aparecer aqui no blog do Bozo =D

    Resposta
  • 25 de setembro de 2010 em 19:18
    Permalink

    A pergunta que não cala é:
    – Você recebe mais pra fazer uma classe I do que paga pra cortar seu cabelo?

    Mulheres podem trocar o "cortar" por pintar, arrumar, fazer luzes, etc…

    Muitos, mas muitos dentistas vão perceber que o barbeiro recebe mais que eles, o que por sí não é demérito pra ninguém, é mérito do barbeiro na verdade. O problema é estudar tanto pra não receber nada…

    Resposta
    • 3 de março de 2012 em 23:22
      Permalink

      Excelente, perfeita a comparação… Aliás eu sempre falo isso para as SENHORAS que procuram por um Clareamento Dental e ficam Indignadas com o valor… Ao que eu sempre respondo: E quanto custa ficar “LIORA” durante um ano??? O silencio sempre é a resposta..

      Resposta
  • 25 de setembro de 2010 em 20:01
    Permalink

    Olha, uma coisa é fato: eu, atendendo os pacientes de convênios faço uso do mesmo material e trabalho com a mesma qualidade que trabalho com os pacientes particulares. O bolso sofre um pouco mas é temporário, mas não peco em qualidade. Por isso, alguns procedimentos sim, outros não.

    A realidade é que quem se formou nesses últimos 5 anos e teve que começar do zero, sem parente ou amigo próximo dentista, tem que se submeter a isso ou morrer de fome.

    Resposta
  • 26 de setembro de 2010 em 02:25
    Permalink

    Não uso convênio e nem quero, sou formada a 4 anos e inicialmente trabalhei em clinicas populares no rio de janeiro e por isso quase desisti da profissão, larguei tudo no rio e voltei pra florianópolis e montei um consultório só meu e com a graça de Deus nunca voltarei a trabalhar com materiais ruins, hj só atendo particular e com materiais de ponta, ainda não estou rica pq tenho somente 2 anos e meio de consultório aqui, mas pago minhas contas e não preciso me prostituir. Convênio não paga nem minha hora de atendimento. Sempre penso o seguinte…"Devagar e Sempre"
    Infelizmente a realidade da odonlogia é essa.

    Resposta
  • 26 de setembro de 2010 em 21:39
    Permalink

    Também não tive parentes dentista, mas Convenion não. Até tentei uma que era só Odontológico, quando isso era raro e bom, mas a burocracia me desanimou, alem do que vendiam mentira. Falavam aos pacientes que teriam 50% de desc, mas mandavam cobrar o dobro??? Hoje não aceito os convênios porque acho injusto com os particulares. O profissional é o mesmo, o material, as instalações, porque pagar mais que os conveniados? As empresas de convenio não me oferecem nada em troca e ainda me cobram tarifas. To fora. Concordo com a colega, devagar e sempre. Depois de 20 anos, espero poder aconselhar alguns colegas. Fique fora. Vc vai ter sucesso com a boa Odonto. Como ficar rica não é meu objetivo, e sim, ser feliz, repito: To fora…

    Resposta
  • 27 de setembro de 2010 em 13:40
    Permalink

    E tem mais ,Ricardo FP,barbeiro não é processado caso faça um "caminho de rato"na sua cabeça…

    Resposta
  • 9 de janeiro de 2012 em 11:37
    Permalink

    Por isso que o Brasil está uma m***
    Nossos profissionais da saúde se preocupam mais em ganhar em cima dos outros cobrando muuuuito caro (por tratamentos que em outros paises por exemplo sao de graça!!) do que com a saúde e bem-estar dos seus pacientes, independente de serem de planos ou não. Lamentável. Cadê o amor pela profissão?
    Ridículo na verdade….vcs querem o que casa na praia e jatinho?!?!? enquanto quem nao tem condições como eu, fica com a boca toda ferrada e prejudica o resto da saúde do corpo!
    L A M E N T Á V E L

    Resposta
    • 20 de abril de 2012 em 13:43
      Permalink

      Deus te deu uma dentição perfeita totalmete de graça…
      Você não deu valor e não cuidou… agora terá que pagar bem caro para arrumá-la.
      Bem feito!!!!

      Resposta
  • 14 de fevereiro de 2012 em 16:01
    Permalink

    Então eu acho que pimenta nos olhos dos outros é refresco…pq tdo mundo quer passar com um dentista de ponta com vários cursos, especialista, etc…além de usar materiais top de linha, mas quando chega no preço todo quer pular do barco, pq no final o que importa é o preço infelizmente para algumas pessoas… eu estou abrindo meu consultório agora e comecei a ler a opinião dos dentistas sobre convênio para tomar minha decisão…e eu já havia atendido convênio quando me formei, ganhava 40% da miséria! não chegava a ganhar 1000 reais por mês…daí pergunto…meu sonho é fazer especialização em ortodontia na fundecto.. sabe quanto custa? 2350,00 por mês…e além disso perco dois dias na semana só pro curso, ou seja num dá pra fazer ainda….agora me fala se é caro cobrar 100,00 de mautenção!!!!

    Resposta
    • 3 de março de 2012 em 23:32
      Permalink

      Caríssima Colega.
      Lembre-se:
      Um curso de especialização custa 2300 reais por mês… A menos que você tenha um ganho LíQUIDO de 5000 reais por mês o que representa um faturamento em média de 9000 reais (lembre-se de pagar; dental, o aluguel, as taxas Fiscais IR, ISS, INSS (20% sobre os recibos emitidos que tem que ser recolhido obrigatóriamente até o teto de R$3600,00), mais as obrigações sociais da secretária THD etc, etc etc) um curso desse porte deverá ser rentável somente após 5 anos de consultório cheio… Ou seja, atendendo por convênio, ninguém NUNCA recuperará os valores investidos nesse “CURSOS” …
      Em resumo: tem que estar muito bem na profissão para pagar R$2300,00 em um curso de especialização por mês, a menos que se tenha outras fontes de renda que não a Odontologia.

      Resposta
    • 8 de março de 2012 em 00:24
      Permalink

      Cara Verônica,
      Valor a parte, talvez vc deveria rever o sonho desse curso da Fundecto, ele não é bom, os professores são falsos e ausentes (vai ficar muito com estagiarios) e não ensinam bem. Fora que vc fica mto tempo na clínica e atende pouco, em média 10 pac por aluno durante o curso. Palavra de quem já fez.
      De qualquer jeito, boa sorte!

      Resposta
  • 5 de março de 2012 em 21:37
    Permalink

    Tem que cobrar caro….não se submeter a convênios….e fazer algumas caridades pra quem merece, não pra quem tem dinheiro e nunca cuidou dos dentes……

    Resposta
  • 29 de janeiro de 2013 em 11:33
    Permalink

    Odontologia é uma profissão falida!!!

    Resposta
  • 22 de abril de 2014 em 01:08
    Permalink

    Concordo plenamente com vc….Me formei em 2012 e com esforço e dedicação eu ignorou qualquer oferta de plano odontológico….

    Resposta
  • 22 de abril de 2014 em 01:08
    Permalink

    Concordo plenamente com vc….Me formei em 2012 e com esforço e dedicação eu ignorou qualquer oferta de plano odontológico….

    Resposta
  • Pingback: Vantagens e desvantagens de se atender convênios odontológicos | Laudonline - Blog

  • 28 de setembro de 2015 em 16:50
    Permalink

    Não consegui nem continuar a ler depois da frase sobre TPM. Que vergonha…Bom saber que algumas pessoas tem discernimento de não concordar com o que o Sr. diz.

    Resposta
  • 9 de novembro de 2016 em 21:21
    Permalink

    Acho válido vcs profissionais se manifestarem,mas infelizmente nós que temos convênios ficamos reféns nas mãos de vcs profissionais…o dentista diz que o convênio paga pouco e por isso tanto profissional ruim no mercado,pensa em ter fluxo de pessoas para se manter e qualidade e profissionalismo infelizmente alguns profissionais deixam a desejar.
    O que um colega de vcs disseram é verdade,uma vez que o profissional se disponibiliza para ser credenciado,tem que se dedicar e atender com qualidade.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *