Odontologia 100 Frescura – Desaprendendo em 7 lições

odontologia dentista

Nesse post número 100 do VDD eu vou postar aqui algumas dicas para você, acadêmico ou récem-formado, que ainda não pegou as manhas e atalhos da profissão, possa se dar bem na nossa querida Odontologia.

Quero deixar bem claro que não faço nada disso abaixo relatado. Prezo no meu consultório pelo rígido cumprimento de todas as normas de biossegurança e qualidade no atendimento. Se algum engraçadinho sugerir o contrário vai se ver comigo 😛

1) – Não meça alginato com aquela concha e nem a água com o dosador. Vá no olhômetro. Abra bem de leve a torneira, deixando só uma tirinha de água caindo, e vá acrescentando até atingir o ponto ideal. Você ganha tempo e evita que a moldagem desça pela garganta do paciente.

2) – Não faça isolamento absoluto para todo procedimento. A não ser que você seja mongol e não consiga, com o isolamento relativo, evitar que a saliva atinja aquele preparo na oclusal do pré-molar. Daí sim.

3) – Se apareceu uma bolha negativa, na ponta de um preparo na moldagem que você vazou, não precisa refazer o molde. Um pouco de gesso bem molinho e um pingador de cera podem muito bem resolver isso em 2 minutos.

4) – Se a dentadura chegou e ficou bamba na boca do freguês, não vá moldar e mandar para o laboratório tomar o seu rico dinheirinho. Manipule um pouco de resina incolor e reembase na boca. Quando sair água no olho do paciente pode tirar e remover os excessos. Fica perfeito.

Compartilhe essa postagem com seus amigos
  • 17
  • 13
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Comente

Comentários

49 comentários em “Odontologia 100 Frescura – Desaprendendo em 7 lições

  • 9 de agosto de 2010 em 21:27
    Permalink

    Complementando o item 7 – imagina que o instrumental caindo da altura que cai, quando cai no chão, mata todas bactérias esmagadas!

    Resposta
  • 9 de agosto de 2010 em 21:29
    Permalink

    Minha gente, não guento com esse Doc! Hahahaha.
    Não poderia ser mais polêmico. 😛
    Bjs e parabénssssssss!
    Paula

    Resposta
  • 9 de agosto de 2010 em 21:29
    Permalink

    Quanto à dica n 07, tem mais uma coisa: pode ter CERTEZA que as bactérias morreram todas na queda. 🙂

    Resposta
  • 9 de agosto de 2010 em 21:33
    Permalink

    hahahah.. dicas valiosas!!!! pena q não cheguei a aprender isso durante a facul.. mas como sou recem formada, ainda da tempo de por em pratica!x)

    Resposta
  • 9 de agosto de 2010 em 21:36
    Permalink

    HAUUHAQHUAHUAHUAHUAHUA!!!!!! Ri alto aqui!!
    Como diz o Almir, "Pode ficar tranquilo querido!"

    Resposta
  • 9 de agosto de 2010 em 21:48
    Permalink

    Putz… por 2 minutos meu comentário virou piada repetida. Droga. 🙂

    Resposta
  • 9 de agosto de 2010 em 21:50
    Permalink

    Hauhauhauahu!"Os bicho mais maior, mata os bicho mais menor".? lógico!!!!

    Resposta
  • 9 de agosto de 2010 em 22:26
    Permalink

    Ainda bem que eu sou acadêmica e ainda dá tempo de colocar em prática essas dicas preciosas!!!! hahahaha
    Essa nova técnica de odontometria é mara!!!!

    Resposta
  • 9 de agosto de 2010 em 22:29
    Permalink

    Que atire a primeira broca quem nunca fez nada disso… hauhauahuahua

    Resposta
  • 9 de agosto de 2010 em 22:39
    Permalink

    Bahhh todo mundo sabe que instrumental que fica menos do que 10 segundos no chão não pega bactéria

    😀

    Resposta
  • 9 de agosto de 2010 em 23:11
    Permalink

    A dica número 1 era ensinada pela minha professora de ortodontia na Unicamp…ou seja… algo de científico tem… rsrsrs

    Resposta
  • 9 de agosto de 2010 em 23:28
    Permalink

    8 – Se faltar limalha na hora de manipular aquele belo amálgama no gral e pistilo (amalgamador é muito caro, economize) acrescente um chumaço de Bombril que fica o ?!!!

    Resposta
  • 10 de agosto de 2010 em 00:11
    Permalink

    Meu professor de propedeutica ia ter um ataque se visse essas coisas ;D

    Resposta
  • 10 de agosto de 2010 em 01:11
    Permalink

    De todos esses aí, o único que coloquei em prática incusive na vida acadêmica foi o item 01. Aliás… pra que serve aquela balança de gesso que a gente usava na facul??? Da mesma forma que não via utilidade naquilo, também não via nas panelinhas de alginato. Pra mim, o alginato(assim como outras coisas na vida) quanto mais "duro" melhor. ehehe

    Resposta
  • 10 de agosto de 2010 em 02:25
    Permalink

    Vc esqueceu de várias coisas importantes , o " Roach " pela técnica ATL ( Alginato , telefone e laboratório ) .Pra que planejamento , nicho , modelo de estudo , adequação do meio bucal , profilaxia antes da moldagem ( se vier um feijão no alginato não altera nada ) .

    Resposta
  • 10 de agosto de 2010 em 02:56
    Permalink

    ROBERTA

    huuhiauhiuahdaiuhdiuhdhadhauhediahduahiudhudhaiedhiadhoadhaeduiheiaudhadeiuadhoadaheaiudhaeiauhauidhaa

    Resposta
  • 10 de agosto de 2010 em 15:12
    Permalink

    No interior de Mg odiaram isso tudo.
    E óia q lá nem ecsiste esse bichinho,,tal de baquitéria.
    ? tudo VIP.

    Resposta
  • 10 de agosto de 2010 em 21:32
    Permalink

    Me acabo de rir com esses posts!
    kkkkkkk

    Resposta
  • 10 de agosto de 2010 em 21:41
    Permalink

    Tenho 4 filhos.Sou uma grande profissional e uma das maiores endodontistas do país.Me respeite ao menos,seu escroto!

    Resposta
  • 10 de agosto de 2010 em 21:42
    Permalink

    post como o meu,metendo o pau em vc, vc nao posta.Covarde!

    Resposta
  • 10 de agosto de 2010 em 21:56
    Permalink

    Mas que anônima mal educada essa, hein ???

    Resposta
  • 10 de agosto de 2010 em 22:20
    Permalink

    UIA!!!!Medaaaaaaaaaa do(a) anônimo(a)!KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    Resposta
  • 10 de agosto de 2010 em 23:59
    Permalink

    Por que uma pessoa se apresenta como anônima p/ xingar? Deveria dar nome aos bois.

    Anônimo disse…
    Tenho 4 filhos.Sou uma grande profissional e uma das maiores endodontistas do país.Me respeite ao menos,seu escroto!

    Não se inicia uma frase com pronome.

    Resposta
  • 11 de agosto de 2010 em 01:42
    Permalink

    Gente, por favor…acalmem-se!

    Sem ofensas entre nós!

    Resposta
  • 11 de agosto de 2010 em 01:55
    Permalink

    aprendi tudo isso no dia a dia.
    na especialização, todo mundo manipula alginato assim, incluindo professores.
    num aperfeiçoamento de protese que fiz trocentos anos atrás, o professor de materiais dentários falou sobre alginato: "voces só devem usar alginato para molde de coisas que eviste realmente um limite de distorção, entao, manipula de qualquer jeito essa bagaça".
    Na aula de endo II (clinica), um dos professores me ajudou a fazer odnotometria de um apciente especial: "ela está anestesiada? Ok, repare na pupila: veja como ela tem uma kigeira contração quando voce atinge o limite. nao precisa radiografar, mas se voce quiser, vai ver que esta bem no apice".

    Enfim, a técnica da faculdade é pra que aprendamos. Mas nma real, alguns passos podem ser cuidadosamente suprimidos.

    parabéns pela "mandada de real".

    Resposta
  • 11 de agosto de 2010 em 16:51
    Permalink

    Fabrício…muito bacana essas dicas!!
    Eu NUNCA fiz nenhuma, más tem um amigo meu…hahaha
    Poxa…saiu o e-mail da minha mulher!!

    Resposta
  • 11 de agosto de 2010 em 20:01
    Permalink

    Uma das maiores endodontistas do país lá do coléginho!!!!

    Resposta
  • 12 de agosto de 2010 em 20:53
    Permalink

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    todo mundo faz mas ninguem admite :p

    Resposta
  • 14 de agosto de 2010 em 02:40
    Permalink

    Acabei de ler e achei d+…Chamo este isolamento de "relativamente absoluto" e a odontometria de "ai menos 1mm". A Anomima é daquelas que só usa microscopio e protapper rotatória com obturação termoplastica e quando não da certo, devolde para o colega e indica a exodontia para colocação de implante, e claro, não mostra no curso, só os sucessos. Bem sucedida. hãhã!!!

    Resposta
  • 15 de agosto de 2010 em 03:31
    Permalink

    Gostou de ler meu comentário e o respeito que tiveram com meu conhecimento geral sobre pinos de fibra de vidro?

    Nâo sou apenas uma maravilhosa endodontista(umas das melhores do páis segundo ABO-MG),mas tb uma mulher de respeito!SOU M?E DE 4 FILHOS,RAPAZINHO!

    ME RESPEITE!
    Vc tem q andar muito p chegar aonde cheguei!

    Resposta
  • 15 de agosto de 2010 em 20:20
    Permalink

    Contra perfil de orkut não posso fazer nada.
    Mas contra blog posso ver algo sobre injúria e difamação.Vc deve pensar que sou boba.
    Não sou.

    Resposta
  • 15 de agosto de 2010 em 20:36
    Permalink

    Senhora Alda Marta … se situe !!!

    Onde é alguém aqui a injuriou ou difamou ???

    O que o meu post fala que te atinge ???

    O que o meu blog fala que te atinge ???

    Faça-me o favor !!!

    Já que em outros sites você fez questão de criticar esse blog, deixe de visitá-lo. ? simples !!!

    Posso assegurar que nunca seu nome foi, ou será usado aqui por mim. E ele não aparecerá nesse blog a não ser que a senhora faça uso dos meus comentários sem se esconder no anonimato.

    Eu, quando não gosto de uma coisa, a evito. Faça o mesmo e seja feliz !!!

    Resposta
  • 15 de agosto de 2010 em 20:48
    Permalink

    "A maior endodontista do Brasil" está de volta!!! Mas o que os 4 filhos dela tem a ver com o post do blog?? heim??

    Resposta
  • 15 de agosto de 2010 em 20:52
    Permalink

    Hahaha, finalmente a anônima não aguentou e abriu o bocão.
    Que necessidade em se auto-elogiar não é?
    E tb, não vi o nome de tal criatura em nenhum conteúdo deste blog.
    Pq será que perde tempo com algo que não a interessa? E ameaçar os outros tb é muito sério, Dra. E por escrito, fica registrado para as testemunhas ficarem do lado de quem tem a liberdade de expressão e respeito aos colegas e leitores. Ou seja, só comenta aqui quem gosta deste conteúdo aplicado pelo Dr.Fabrício.
    Bom, se ela não é boba, é no mínimo pouco racional, pq com uma vida feliz e filhos para criar, não deveria ter tempo para desperdiçar com coisas insignificantes.
    Seja feliz querida e deixe quem o é, em paz. 😉

    Resposta
  • 15 de agosto de 2010 em 21:06
    Permalink

    gente, essa senhora deve ter se enganado de blog…o que ela escreve nao me parece nada coerente…pra mim, isso é coisa de gente que quer ofender de graça.
    desejo a minha mais absoluta indiferença para ela.
    Fabrício, seu post é hilário e é claro que qualquer dentista decente vai entender que é brincadeira, ok?
    um abraço

    Resposta
  • 15 de agosto de 2010 em 21:07
    Permalink

    Tem gente que tá querendo ser o Toni Garrido "vc não sabe qto eu caminhei, pra chegar até aqui…lalalalala".
    Tanta energia desperdiçada pra arrumar confusão com uma brincadeira. E não sei de onde tiram que isso é uma ofensa. Senso de humor ajuda mto no dia a dia! mas nem todo mundo descobriu isso!
    Ah sim e como disse a Paula, lembre-se da liberdade de expressão, e se não quer ler, ó não diitar a url e dar enter! Simples! E deixará todos os leitores daqui felizes!

    Resposta
  • 15 de agosto de 2010 em 23:17
    Permalink

    Alguém aqui está tentando chamar a atenção ou é impressão? Se não gosta do que vê aqui, não entre! ? tão simples.
    Mais uma vez, parabéns pelo post!
    Continuo me divertindo com o que você escreve!

    Resposta
  • 24 de agosto de 2010 em 22:57
    Permalink

    Fabrício, sugiro inserir uma ferramenta de busca no canto superior esquerdo do blog com as palavras: "Procurar no blog", assim acabamos com as dúvidas da Sra. Endodontista. #ficadica

    Resposta
  • 30 de agosto de 2010 em 11:23
    Permalink

    Bestifiquei-me, malandro xD! Vejo uma troll legítima na Odonto ;D

    Parabéns pelo post! Ri horrores >xD

    Resposta
  • 6 de setembro de 2010 em 20:33
    Permalink

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Bela diversão esse post!!! Santa paciência com esse povo sem nenhum resquício de bom humor!!! Aos que aprovam, nada melhor do que as anestesias de humor, inteligente por sinal, do Dr. Fabrício!!! hehehhehe

    Resposta
  • 21 de setembro de 2010 em 17:27
    Permalink

    Não ia nem comentar, pra não estragar a minha diversão…mas é impossível! Este blog tá chique demais! Uma das maiores endodontistas do país entre nós, meros mortais!

    Parabéns pelo post!

    Resposta
  • 15 de março de 2011 em 16:17
    Permalink

    Pelo amor de Deus, depois de ler isso fiquei com mais pavor de dentista!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Resposta
  • 28 de abril de 2012 em 11:18
    Permalink

    Cheguei a esse blog por meio de um post (com um link que me trouxe até aqui) do “medodedentista.com.br”, e adivinhem??? Meu medo ficou dez vezes maior… Muito, mas muito MESMO #MEDODEDENTISTA…

    Resposta
  • 15 de junho de 2012 em 19:11
    Permalink

    Isso se o paciente ao ver o instrumento caindo e eu levando de volta a boca dele ele não me processe ou me bata por isso kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *